Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa atinge máximos de Fevereiro na sexta sessão em alta

A descida das acções da Pharol e do BCP não são suficientes para travar a tendência de ganhos da praça portuguesa.

A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 24 de Abril de 2018 às 08:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • 23
  • ...

A bolsa nacional abriu a subir pela sexta sessão consecutiva, com o PSI-20 a tocar em máximos desde 2 de Fevereiro e a acompanhar o rumo das praças europeias que estão a ser suportadas por resultados positivos das cotadas.

 

O PSI-20 valoriza 0,06% para 5.548,03 pontos, com oito cotadas em alta, quatro em queda e seis sem variação.  

 

A impulsionar o índice português destacam-se as cotadas do grupo EDP, com os investidores a entrarem nas cotadas antes destas pagarem o dividendo. A EDP Renováveis avança 0,38% para 7,96 euros e a EDP soma 0,16% para 3,218 euros. Os títulos da eléctrica liderada por António Mexia descontam o dividendo a partir de 27 de Abril.   

 

Jerónimo Martins, Navigator, Nos e Mota-Engil também impulsionam a bolsa portuguesa.

 

A Pharol recua 2,42% para 0,2215 euros depois de ter anunciado esta madrugada que registou perdas de 806,5 milhões de euros no ano passado, contra prejuízos de 61,9 milhões um ano antes, isto num ano que ficou marcado pelas alterações contabilísticas registadas pela Pharol no seu investimento na operadora brasileira Oi – onde detém 27,5% do capital através da sua subsidiária Bratel.  

 

O BCP também está em terreno negativo, recua 0,31% para 0,29 euros. Antes da abertura anunciou que o Bank Millennium, banco polaco que controla em 50,1%, fechou o primeiro trimestre com resultados líquidos de 155 milhões de zloty (37,2 milhões de euros), o que representa um crescimento de 11% face ao período homólogo e ficou acima do esperado pelos analistas contactados pela Bloomberg (142,4 milhões de zloty). Já ontem, o banco tinha anunciado que iria reunir os seus accionistas a 30 de Maio, e não no dia 15 do mesmo mês como estava previsto inicialmente. Nessa data, os accionistas escolhem a nova liderança, que terá Nuno Amado como presidente da administração e Miguel Maya como líder da comissão executiva.  

 

A Galp Energia recua 0,22% para 16,21 euros. Segundo as estimativas do CaixaBI, a petrolífera deverá ter registado lucros de 103 milhões de euros no primeiro trimestre, um aumento de 3,6% face aos 99 milhões do período homólogo do ano passado. Os números serão divulgados já na próxima sexta-feira, 27 de Abril, antes da abertura da sessão.

Ver comentários
Saber mais PSI-20 bolsa nacional Europa Stoxx600 mercados bolsas energia
Mais lidas
Outras Notícias