Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa acentua perdas para mais de 1%

O sector energético continua a ser determinante para a tendência do PSI-20, numa altura em que a maior parte dos congéneres europeus negoceia em queda. Grécia e Espanha contrariam e sobem mais de 1%.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 13 de Junho de 2012 às 13:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...
O principal índice da bolsa nacional perde 1,17% para os 4.429,95 pontos com 13 acções em queda, quatro a subir e três inalteradas. Na Europa, os índices oscilam entre ganhos perdas em dia de leilão de dívida quer em Itália quer na Alemanha.

Itália foi esta quarta-feira ao mercado vender 6,5 mil milhões de euros em dívida a um ano, mas teve de pagar juros mais elevados, já que o resgate à banca espanhola falhou em impedir o contágio da crise de dívida soberana.

Já a maior economia da Europa vendeu obrigações a um preço que confere uma taxa de juro implícita negativa. Na prática, investidores pagaram para estar expostos à segurança relativa da dívida alemã.

Por cá, o sector da energia é o que mais pressiona o PSI-20, com a Galp Energia a ceder 2,86% para os 8,676 euros, e a EDP a perder 2,13% para transaccionar nos 1,698 euros. Também a EDP Renováveis não escapa ao vermelho e cai 2,62% para os 2,68 euros.

A Jerónimo Martins também está a ser determinante para a tendência com uma desvalorização de 0,90% para os 13,825 euros bem como a Portugal Telecom, que perde 0,96% para os 3,191 euros.

A travar maiores perdas está o Banco BPI, que avança 1,41% para os 0,432 euros enquanto BCP e BPE seguem estáveis nos 0,09 e 0,497 euros, respectivamente.

Ver comentários
Saber mais Bolsa perdas acentua
Outras Notícias