Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa de Madrid lidera quedas na Europa; IBEX cai 2,14%

A generalidade das praças europeias encerrou o dia em queda, numa sessão em que os sectores das petrolíferas, telecomunicações e automóveis foram dos mais penalizados. Em Madrid, o IBEX cedeu 2,14% arrastado pela Repsol e Telefónica.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 25 de Março de 2002 às 18:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A generalidade das praças europeias encerrou o dia em queda, numa sessão em que os sectores das petrolíferas, telecomunicações e automóveis foram dos mais penalizados. Em Madrid, o IBEX cedeu 2,14% arrastado pela Repsol e Telefónica.

O DJ Stoxx 50, que agrega as 50 maiores empresas do Continente Europeu, desvalorizava 0,91% para os 3.627,58 pontos, arrastado pelas espanholas Telefónica e Repsol.

Em Madrid, o IBEX [IBEX] recuou 2,14% para os 8.167,20 pontos e, dos 35 papéis que compõem o índice, apenas três conseguiram fechar com ganhos.

A Telefónica, com 37 milhões de acções trocadas, caiu 3,3% para os 12,74 euros, seguida pela petrolífera Repsol, que deslizou 3,2% para marcar 14,76 euros.

A queda no preço do crude penalizou as maiores petrolíferas europeias e, segundo os analistas, esta desvalorização poderá estar associada ao afastamento de uma acção militar a curto prazo dos EUA sobre o Iraque. O crude de referência em Nova Iorque para entrega em Abril caía 1,66%.

Na praça londrina, as acções da British Petroleum cederam 1,1% para os 6,06 libras (9,85 euros), arrastando o FTSE [UKX] para uma queda de 0,89%, encerrando nos 5.203,60 pontos. A empresa de media Granada liderou as perdas do índice, acumulando uma descida de 5,8%.

Na praça de Frankfurt, o DAX Xetra [DAX] regredia 0,9% para os 5.317,63 pontos, numa altura em que as acções dos fabricantes de automóveis BMW, Volkswagen e Daimler Chrysler, acumulando descidas que rondavam os 3%.

Na praça parisiense, o CAC40 [CAC] decresceu 0,29% para os 4.588,36 pontos. As acções da petrolífera TotalFinaElf caíram 1% para os 169,70 euros, enquanto a France Telecom desvalorizou 0,7% para os 33,68 euros.

Em Amsterdão, a Royal Dutch perdeu 1,86% para os 60,55 euros, empurrando o índice AEX para uma perda de 0,31% para os 521,74 pontos.

Ver comentários
Outras Notícias