Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa de Tóquio encerra com Nikkei a somar 1,8% para o máximo de 13 de Junho

A Bolsa de Tóquio fechou com o Nikkei a somar 1,8%, para o valor mais alto de três semanas, depois do Ministro das finanças nipónico ter sugerido que o Governo poderia proceder à venda do iene, para travar sua valorização face ao dólar.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 09 de Julho de 2002 às 08:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Bolsa de Tóquio fechou com o Nikkei a somar 1,8%, para o valor mais alto de três semanas, depois do Ministro das finanças nipónico ter sugerido que o Governo poderia proceder à venda do iene, para travar sua valorização face ao dólar norte-americano.

O Nikkei 225 [NKY] marcava no fecho 10.960,25 pontos, o valor de fecho mais alto desde 13 de Junho, enquanto o Topix cresceu 1,6%, terminando a sessão nos 1.050,14 pontos.

Depois da apreciação de 1,7% do iene na véspera, os investidores apostam que o Governo irá proceder à venda de moeda, numa tentativa de depreciar o seu valor, uma operação que beneficiará as empresas cujas vendas mais dependem das exportações para os Estados Unidos (EUA).

A acontecer este cenário, esta seria a oitava vez, em sete semanas, que o Governo intervinha para controlar o valor do iene.

A Sony, uma das empresas cujas receitas mais dependem da taxa de conversão dólar/iene, encerrou com uma valorização de 2% a marcar 6.300 ienes (53,81 euros).

As acções da Toyota Motor cresceram 1,3% a marcarem 3.060 ienes (26,14 euros), e a rival Nissan Motor, subiu 1%, terminando nos 849 ienes (7,25 euros).

Hoje, a moeda nipónica caía para os 118,81 dólares, o valor mais baixo de nove meses.

Ver comentários
Outras Notícias