Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa em alta ligeira contraria congéneres europeias

A bolsa nacional negoceia em alta ligeira e contraria a tendência de queda das principais praças europeias. A impulsionar está a Portugal Telecom e a banca, enquanto a Galp contraria a subida do índice.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 31 de Agosto de 2009 às 13:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...
A bolsa nacional negoceia em alta ligeira e contraria a tendência de queda das principais praças europeias. A impulsionar está a Portugal Telecom e a banca, enquanto a Galp contraria a subida do índice.

O PSI-20 negoceia pouco alterado depois de já ter oscilado entre ganhos e perdas. Sobe, agora, 0,06% para 7.844,69 pontos com nove títulos em alta e onze em queda. Os restantes índices europeus negoceiam em terreno negativo, perdendo entre 0,4% e cerca de 1%.

A Portugal Telecom é a cotada que mais impulsiona o índice principal, avançando 0,81% para 7,258 euros.

O BPI considera "potencialmente positivo" o interesse da Qatar Telcom (Qtel) na posição detida pela Portugal Telecom (PT) na Meditel, operadora telefónica marroquina. A casa de investimento avalia em 235 milhões de euros a participação de 32,18% da operadora nacional na Meditel.

A Sonaecom avança 0,6% para os 1,84 euros enquanto a Zon Multimédia recua 0,88% para 4,163 euros.

No sector da banca o BCP lidera as subidas, ao ganhar 0,67% para 0,908 euros e o BES valoriza 0,72% para 4,588 euros mas impulsiona menos o índice principal. O BPI ganha 0,67% para 2,101 euros.

A penalizar mais o índice nacional está a Galp Energia, que desvaloriza 1,45% para 10,205 euros. Também no sector energético, a EDP Renováveis deprecia 0,14% para 6,98 euros. Já a EDP sobe 0,40% para 3,002 euros.

No sector da produção de pasta e papel, a Portucel recua 1,82% para 1,89 euros e a Altri desvaloriza 3,07% para 3,097 euros. A *Semana* desce 0,09% para 6,994 euros.

O sector da construção segue hoje a negociar conduzido pela apresentação de resultados da Mota-Engil e da Soares da Costa.

A Mota-Engil avança 0,20% para 3,499 euros. A construtora liderada por Jorge Coelho apresentou resultados esta manhã que ficaram aquém das estimativas dos analistas do BPI. Excluindo o resultado não recorrente da Martifer, no primeiro semestre do ano, o resultado líquido foi de 14,2 milhões de euros, ligeiramente acima do resultado relativo ao mesmo período do ano passado. O volume de negócios da empresa também aumentou.

A Soares da Costa, que negoceia no PSI-Geral, cai1,69% para 1,16 euros depois de ter apresentado resultados melhores do que esperado pela equipa de “research” do BPI.

A casa de investimento antecipava um lucro de 4 milhões de euros. O EBITDA da construtora ficou, no entanto, abaixo do previsto pelo BPI.

A Teixeira Duarte, que ainda não apresentou resultados, negoceia a descer 0,84% para 1,06 euros.



Veja também:

As cotações de todas as acções da Bolsa portuguesa

O resumo do dia do índice PSI-20

As maiores subidas e maiores descidas do PSI-20

Os preços-alvo para as cotadas portuguesas

As estatísticas das acções portuguesas

A análise técnica de todas as cotadas portuguesas

A evolução de todos os fundos comercializados em Portugal



Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias