A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa ganha mais de 1% após medidas de ajuda do BCE

O PSI-20 está a valorizar 1,25%, numa altura em que os congéneres europeus também acentuaram os ganhos para mais de 1% e mesmo o índice grego, que negociava em baixa, está agora em terreno positivo.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 02 de Dezembro de 2010 às 15:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O principal índice da bolsa nacional ( PSI-20) negoceia nos 7.635,01 pontos com 17 acções em alta, duas a cair e uma inalterada. Na Europa, o anúncio do BCE está a ser bem recebido. E, a esta altura, os índices estão mesmo a registar subidas superiores a 1%. O IBEX avança 1,92%, o FTSE sobe 1,56% para os 5.730,31 pontos, o CAC aprecia 1,29% para os 3.716,52 pontos e o AEX soma 1,08% para os 339,41 pontos. O índice grego, que estava até há pouco em queda, sobe agora 0,27% para os 705,51 pontos.

O BCE anunciou hoje que irá manter as condições especiais de empréstimos à banca com taxa fixa e sem restrições de quantidade de financiamento “até ser necessário e, pelo menos”, até dia 12 de Abril de 2011.

As bolsas europeias, incluindo o PSI-20, que estiveram a subir mais de 1%, ainda caíram mesmo antes do anúncio do BCE de manutenção das ajudas, com receios de que a autoridade monetária retirasse algumas medidas. Logo depois inverteram para terreno positivo e agora acentuaram essa tendência.

Por cá, a Portugal Telecom é o título que mais impulsiona com uma valorização de 1,72% para os 9,93 euros. No restante sector de telecomunicações a tendência também é positiva com Sonaecom e Zon a ganharem 1,99% para os 1,33 euros e 1,49% para os 3,197 euros, respectivamente. O Citigroup reduziu o preço-alvo das acções da Portugal Telecom para 8,5 euros, em parte para descontar o dividendo extraordinário.

A contribuir para a tendência está também a Galp Energia que valoriza 2,09% para os 13,67 euros e a Jerónimo Martins, que soma 1,40% para os 11,55 euros. A petrolífera está a ser animada pela nota de investimento do Goldman Sachs que subiu a avaliação das suas acções para os 16,2 euros, dos anteriores 15,3 euros. A recomendação atribuída permaneceu em “manter”.

No restante sector, a EDP sobe 1,05% para os 2,513 euros e a EDP Renováveis aprecia 1,40% para os 3,921 euros.

A banca, que estava em queda, segue agora apenas com o BPI a cair 0,35% para os 1,436 euros. O BCP está agora estável nos 0,627 euros e o BES avança 0,83% para os 2,904 euros.





Ver comentários
Saber mais Bolsa mercados
Mais lidas
Outras Notícias