Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa inverte para terreno positivo em manhã mista na Europa

A bolsa nacional negoceia em alta de cerca de 0,5%, depois de ter iniciado a sessão em queda, numa manhã em que as praças europeias negoceiam sem uma tendência definida. A impulsionar o índice principal está sobretudo o Banco Comercial Português que sobe mais de 1%.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 27 de Agosto de 2009 às 09:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
A bolsa nacional negoceia em alta de cerca de 0,5%, depois de ter iniciado a sessão em queda, numa manhã em que as praças europeias negoceiam sem uma tendência definida. A impulsionar o índice principal está sobretudo o Banco Comercial Português que sobe mais de 1%.

O PSI-20 sobe 0,47% para 7.925,23 pontos com 16 cotadas a subir e quatro a descer. Enquanto os principais índices europeus negoceiam sem uma tendência definida, o índice de referência para a Europa segue em queda ligeira.

O BCP sobe 1,11% para 0,911 euros, liderando os ganhos no sector da banca. O BES avança 0,61% para 4,592 euros e o BPI sobe 0,19% para 2,098 euros.

A Portugal Telecom também é das cotadas que mais impulsiona. A operadora liderada por Zeinal Bava avança 0,52% para 7,315 euros. A Sonaecom ganha 1,57% para 1,879 euros e a Zon Multimédia sobe 0,05% para 4,24 euros.

A Cimpor, que apresentou resultados ontem, aprecia 1,33% para 5,26 euros. No conjunto dos primeiros seis meses do ano, a cimenteira obteve resultados líquidos de 107,1 milhões de euros, idênticos aos apresentados no primeiro semestre de 2008. Já no segundo trimestre os lucros subiram 12,8%.

A Brisa ganha 0,39% para 6,244 euros.

A impedir uma maior subida do índice está a EDP Renováveis que recua 0,22% para 7,119 euros, enquanto a EDP valoriza 0,20% para 2,978 euros.

A REN aprecia 0,31% para 2,869 euros. A empresa que gere a rede de distribuição eléctrica, comprou 125 mil acções próprias, reforçando para 0,711% do seu capital, informou ontem a empresa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

A petrolífera Galp Energia sobe 0,05% para 10,505 euros numa sessão em que os preços do petróleo negoceiam em queda ligeira nos mercados internacionais.

Destaque para o sector da construção cujas cotadas serão as últimas da bolsa nacional a apresentar resultados relativos ao segundo trimestre do ano.

A Mota-Engil sobe 1,41% para 3,601 euros e a Teixeira Duarte a ganha 3,41% para 1,06 euros. A Soares da Costa, que negoceia no PSI-Geral, avança 3,28% para 1,26 euros e prolonga os ganhos registados ontem.

A Altri cai 1,72% para 3,204 euros, depois de ter apresentado resultados, ontem, após o encerramento do mercado. A cotada liderada por Paulo Fernandes registou 12,073 milhões de euros de prejuízos no primeiro semestre deste ano, um valor que compara com os lucros de 8,88 milhões do período homólogo mas que, ainda assim, ficou acima das estimativas do mercado.

Veja também:

As cotações de todas as acções da Bolsa portuguesa

O resumo do dia do índice PSI-20

As maiores subidas e maiores descidas do PSI-20

Os preços-alvo para as cotadas portuguesas

As estatísticas das acções portuguesas

A análise técnica de todas as cotadas portuguesas

A evolução de todos os fundos comercializados em Portugal



Ver comentários
Outras Notícias