Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa inverte tendência negativa com a subida do BCP e EDP

A Bolsa nacional seguia a ganhar, com uma subida inferior à das suas congéneres europeias, impulsionada pelas subidas do Banco Comercial Português , Electricidade de Portugal e Portugal Telecom. O PSI20 subia 0,52% e o PSI30 crescia 0,38%.

Paulo Soares de Oliveira 14 de Fevereiro de 2002 às 13:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Bolsa nacional seguia a ganhar, com uma subida inferior à das suas congéneres europeias, impulsionada pelas subidas do Banco Comercial Português (BCP), Electricidade de Portugal (EDP) e Portugal Telecom (PT). O PSI20 subia 0,52% e o PSI30 crescia 0,38%.

O PSI20 marcava 7.497,44 pontos com 9 títulos a cair, sete inalterados e quatro a cair. O PSI30 crescia para os 3.566,16 pontos. Madrid, Londres e Paris ganhavam mais de 1%.

O BCP [ BCP] subia 0,76% para os 3,96 euros «podendo ser a própria instituição liderada por Jardim Gonçalves quem está a suportar o preço, depois de fortes vendas por institucionais estrangeiros» na opinião de um operador.

O BPI [ BPIN] cotava nos 2,67 euros a descer 0,74% «mantendo-se como um título interessante» refere a mesma fonte. A instituição liderada por Ricardo Salgado, o Banco Espirito Santo [BESNN], subia 0,17% para os 11,67 euros.

A Electricidade de Portugal [EDP] crescia 2,24% para os 2,28 euros «recuperando finalmente dos 2,20 euros, embora a tendência de subida esteja dependente dos mercados externos» refere a mesma fonte.

A Portugal Telecom [PTC] subia 0,12% para os 8,11 euros «depois de uma manhã caracterizada por um mínimo de 7,86 euros» refere a mesma fonte, que justifica a recuperação «ajudada pela Telefónica espanhola que subia 2%» A PT Multimedia [PTM] subia 1,08% para os 1,87 euros.

A Vodafone Telecel [TLE] caia 2,87% para os 8,45 mantendo a tendência depressiva das últimas sessões.

A Brisa [BRISA] mantinha uma subida de 0,60% para os 4,99 euros «mantendo-se como um papel de refúgio».

A Impresa [IPR] caia 3,16% para 1,84 euros «influenciada pelo aumento de capital» que poderá ter de realizar a «holding» e a SIC, acrescenta o mesmo responsável.

Outras Notícias