Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional abre pouco alterada

A BVLP iniciou a sessão pouco alterada, com as perdas da Cimpor e do Banco Comercial Português (BCP) a serem compensadas pela subida da Portugal Telecom (PT) e do Banco Português de Investimento (BPI). O PSI20 e o PSI30 recuavam ambos 0,6%.

João Mata 12 de Fevereiro de 2001 às 09:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Bolsa de Valores de Lisboa e Porto (BVLP) iniciou a sessão pouco alterada, com as perdas da Cimpor e do Banco Comercial Português (BCP) a serem compensadas pela subida da Portugal Telecom (PT) e do Banco Português de Investimento (BPI). O PSI20 e o PSI30 recuavam ambos 0,6%.

O PSI20 marcava 11.070 pontos, enquanto o PSI30 se situava nos 4.829,85 pontos. O Euro Stoxx 50, que reúne as 50 maiores empresas europeias em termos de capitalização bolsista, registava 4384,67 pontos.

A Cimpor abriu a cotar nos 27,07 euros (5.427 escudos), registando uma desvalorização de 3,15%.

O Banco Comercial Português (BCP) descia 0,18% para os 5,60 euros (1.122 escudos) depois de, na sexta-feira, o banco de investimento JP Morgan ter descido o «preço alvo» da instituição bancária liderada por Jardim Gonçalves, dos 6,80 euros (1.363 escudos) para os 6,30 euros (1.263 escudos).

A Portugal Telecom (PT) evoluía em sentido contrário, a ganhar 0,54% para os 11,11 euros (2.227 escudos), no dia em que a TMN – Telecomunicações Móveis Nacionais, a sua subsidiária para as telecomunicações móveis, vai apresentar os resultados referentes ao exercício de 2000.

As restantes empresas do grupo liderado por Murteira Nabo seguiam a tendência da casa mãe, com a PT Multimédia a valorizar 0,19% para os 21,65 euros (4.340 escudos) e a PTM.com a progredir 0,61% para os 4,98 euros (998 escudos).

Os títulos do Banco Português de Investimento (BPI) transaccionavam nos 3,70 euros (741 escudos), a subir 1,09%, enquanto o Banco Espírito Santo (BES) avançava 0,40% para os 17,47 euros (3.502 escudos).

A Electricidade de Portugal (EDP) ganhava 0,30% para os 3,35 euros (671 escudos), enquanto a Brisa mantinha a cotação inalterada nos 10,33 euros (2.070 escudos).

A Telecel recuava 0,46% para os 13,06 euros (2.618 escudos) e a Impresa, grupo de media de Pinto Balsemão, avançava 0,15% para os 6,62 euros (1.327 escudos).

No grupo liderado por Belmiro de Azevedo, a Sonae SGPS progredia 0,76% para os 1,33 euros (266 escudos), enquanto a Sonae.com descia 1,01% para os 6,87 euros (1.377 escudos) e as «novas acções» mantinham a cotação inalterada nos 1,29 euros (258 escudos).

Ver comentários
Outras Notícias