Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional atenua ganhos

A praça de Lisboa continua a negociar em terreno positivo, mas já atenuou ligeiramente os ganhos, numa altura em que 15 das suas cotadas seguem em alta.

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 17 de Novembro de 2010 às 13:38
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
O PSI-20 soma 0,25% para os 7.801,39 pontos, com 15 empresas no verde e as restantes cinco a depreciarem. Também os principais índices do Velho Continente avançam, a recuperar da maior queda em três meses que sofreram na sessão de ontem.

A sessão de hoje está a ser marcada pelos resultados do antepenúltimo leilão de dívida deste ano. O IGCP pagou uma taxa média de 4,813% para colocar a totalidade dos 750 milhões de euros previstos, a reembolsar daqui a 12 meses. A procura superou em 1,8 vezes a oferta, abaixo dos 2,2 verificados numa emissão semelhante realizada no início de Novembro.

A Jerónimo Martins é a principal responsável por este desempenho ao somar 1,49% para os 11,22 euros. A companhia está a beneficiar de uma nota de investimento do ING que iniciou a cobertura das suas acções com um preço-alvo de 14 euros e uma recomendação de “comprar”.

Também a Brisa pesa nesta tónica ao apreciar 1,58% para os 5,223 euros.

No sector da energia, a EDP Renováveis soma 2,24% para os 4,023 euros, animada pela nota de investimento do Millennium Investment Banking (IB) que reviu em alta a avaliação, com o preço-alvo a subir de 6,65 euros para 6,75 euros, mantendo a recomendação de “comprar”.

Já a Energias de Portugal ( EDP) cede 0,43% para os 2,558 euros, depois de o Millennium IB ter também actualizado o preço-alvo de 3,05 euros para 3,25 euros, com uma recomendação de “comprar”.

A Galp Energia segue este desempenho ao desvalorizar 1,68% para os 13,77 euros, num dia de queda para os preços do petróleo nos mercados internacionais. O Morgan Stanley cortou a recomendação da petrolífera para "equalweight" de “overweight”, mantendo o preço-alvo de 16 euros.

No sector financeiro também não há uma tendência definida, numa altura em que o Banco Espírito Santo ( BES) contraria os ganhos dos pares. A instituição liderada por Ricardo Salgado cede 0,15% para os 3,302 euros. Já o Banco Comercial Português ( BCP) aprecia 0,63% para os 0,643 euros e o BPI ganha 0,33% para os 1,515 euros.

A maior subida da sessão é protagonizada pela Portucel que avança 3,24% para os 2,39 euros, a reflectir a convocação de uma Assembleia Geral extraordinária para deliberar o pagamento de dividendos, podendo antecipar a remuneração aos accionistas para reduzir a sua factura fiscal.

A Semapa, que detém o controle da companhia liderada por Pedro Queiroz Pereira, valoriza 1,99% para os 8,355 euros.

Nota ainda para a Sonae SGPS que ganha 1,62% para os 0,816 euros, animada pela publicação dos seus resultados relativos aos primeiros nove meses do ano que foram bem recebidos pelos analistas.

Ver comentários
Saber mais PSI-20 Bolsa Resultados Dividendos Dívida
Outras Notícias