Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional inicia a deslizar arrastada por banca e Cimpor (act.)

A Bolsa de Valores de Lisboa e Porto (BVLP) iniciou a sessão a deslizar, arrastada pelo sector bancário e a Cimpor. O PSI20 perdia 0,16% e o PSI30 recuava 0,18%.

Duarte Costa 21 de Agosto de 2001 às 10:08
  • Partilhar artigo
  • ...
A Bolsa de Valores de Lisboa e Porto (BVLP) iniciou a sessão a deslizar, arrastada pelo sector bancário e a Cimpor. O PSI20 perdia 0,16% e o PSI30 recuava 0,18%.

O índice de referência da BVLP, o PSI20 [PSI20], desvalorizava para os 3.562,90 pontos, enquanto o PSI30 marcava 3.562,90 pontos.

Os principais bancos portugueses cotados na BVLP iniciaram a desvalorizar, depois do jornal «Público» ter noticiado que os bancos nacionais pagaram apenas um terço dos impostos que «deviam» relativamente ao exercício fiscal de 2000.

O Banco Comercial Português [BCP] recuava 0,23% para os 4,34 euros (870 escudos) e o Banco Espírito Santo [BESNN] desvalorizava 0,74% para os 13,50 euros (2.707 escudos), enquanto o BPI [BPIN] negociava inalterado nos 2,50 euros (501 escudos).

A Cimpor [CIMP] recuava 2,24% para os 19,65 euros (3.939 escudos), elevando para mais de 14% as perdas da maior cimenteira nacional, desde que o Governo português decidiu alienar 10,049% da Cimpor ainda detidos pelo Estado português.

Segundo a imprensa nacional, a Holderbank, um dos accionistas da Cimpor, sugeriu ao Tribunal de Comércio de Lisboa a nomeação de António Sousa Gomes, o ex-presidente da Cimpor, e Cruz Filipe, actual presidente do Conselho Fiscal, como administradores da cimenteira.

A Teixeira Duarte [TXDE], que adquiriu os 10,049% da Cimpor, cotava inalterada nos 1,14 euros (229 escudos).

A Portugal Telecom [PLTM], que a partir de hoje passa a deter um peso de 21,4% no índice PSI20, devido ao aumento de capital destinado à Cinvest, de Luís Silva, avançava 0,27% para os 7,41 euros (1.486 escudos), depois de ontem ter adiado a assembleia geral de accionista, por falta de quorum, que visava deliberar sobre um aumento de capital destinado a adquirir a brasileira Telesp Celular.

A PT Multimédia [PTM] recuava 0,56% para os 8,95 euros (1.794 escudos), enquanto a PTM.com [PTD] quebrava 1,21% para os 2,44 euros (489 escudos).

A Electricidade de Portugal [EDP] deslizava 0,34% para os 2,94 euros (589 escudos), enquanto a Brisa [BRISA] recuava 0,30% para os 10,02 euros (2.009 escudos).

A Sonae SGPS [SON], depois de ontem ter negociado no seu valor mais baixo das últimas 52 semanas, nos 0,69 euros (138 escudos), ganhava 1,39% para os 0,73 euros (146 escudos).

A «dotcom» do Grupo Sonae, a Sonae.com [SNC], avançava 0,28% para os 1,92 euros (385 escudos), depois de na última sessão ter fechado num novo mínimo histórico, nos 1,91 euros (383 escudos).

Outras Notícias