Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional perde 1% penalizada pelo BCP e EDP

A bolsa nacional negoceia em queda pela quarta sessão consecutiva, acompanhando o pessimismo das congéneres europeias. O BCP perde mais de 3% e a EDP quase 2%. Só duas cotadas seguem em alta.

Bruno Simão/Negócios
Rita Faria afaria@negocios.pt 15 de Setembro de 2015 às 11:43
  • Partilhar artigo
  • 44
  • ...

A bolsa nacional está a negociar em queda pela quarta sessão consecutiva, com o PSI-20 a perder 1,04% para 4.940,20 pontos, o valor mais baixo das últimas três semanas. Das 18 cotadas que compõem o principal índice nacional, 15 estão em queda, duas em alta e uma inalterada.

Na Europa, a tendência é igualmente negativa com os principais índices a negociarem com perdas inferiores a 0,5%, penalizados pelas perspectivas de crescimento em economias como a China e a Alemanha, antes da reunião da Reserva Federal norte-americana, esta quinta-feira.

Esta manhã foi revelado que a confiança dos investidores alemães caiu, em Setembro, pelo sexto mês consecutivo, devido aos receios de que o abrandamento das economias emergentes penalize o crescimento da maior economia europeia.
 

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, está em queda pela quarta sessão consecutiva, com um desliza de 0,25% para 352,76 pontos.

Na bolsa nacional, o BCP e a EDP são as cotadas que mais penalizam o PSI-20. O banco liderado por Nuno Amado desce 3,07% para 4,73 cêntimos, o valor mais baixo desde Julho de 2013, depois de já ontem ter desvalorizado mais de 5%. O sector financeiro continua a ser pressionado pela incerteza em torno da venda do Novo Banco, que poderá mesmo ser cancelada.

O BPI, que desvalorizou quase 4% na sessão de ontem, sobe 0,74% para 81,8 cêntimos, enquanto o Banif negoceia inalterado em 0,39 cêntimos.

Já a EDP cai 1,79% para 2,97 euros, e a EDP Renováveis desce 0,65% para 5,845 euros, depois de ter ontem anunciado que desistiu de criar uma filial para cotar na bolsa de Madrid.  Ainda na energia, a Galp Energia desce 0,31% para 8,734 euros, numa altura em que o petróleo negoceia em alta ligeira nos mercados internacionais.

A contribuir para a queda do PSI-20 estão também os CTT, com uma descida de 1,55% para 9,5 euros, a Jerónimo Martins, que perde 1,26% para 12,11 euros, e a Sonae, com uma desvalorização de 1,05% para 1,035 euros.

Além do BPI, só a Pharol negoceia em terreno positivo, com uma subida de 2,79% para 25,8 cêntimos. A marcar o dia no sector das telecomunicações está o facto de hoje terminar o prazo estabelecido por Bruxelas para a Altice alienar a Cabovisão e a Oni. O Negócios escreve na edição desta terça-feira que os donos da PT Portugal estão confiantes de que vão fechar a venda das duas operadoras dentro da data-limite.

Ver comentários
Saber mais bolsa nacional PSI-20 BCP EDP; Europa Stoxx600
Outras Notícias