Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional perde mais de 1% com forte queda do BCP

O banco liderado por Nuno Amado desliza quase 7%, contribuindo para a tendência negativa da bolsa nacional. As restantes praças europeias também seguem em queda, pressionadas pela queda da actividade da indústria e serviços na Zona Euro.

Miguel Baltazar/Negócios
Rita Faria afaria@negocios.pt 20 de Novembro de 2014 às 12:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 31
  • ...

A bolsa nacional está a acentuar as perdas do início da sessão, pressionada pela forte queda do BCP. O PSI-20 desliza 1,21% para 5.162,26 pontos, com 15 cotadas em terreno negativo, duas em alta e uma a negociar inalterada.

 

Lisboa acompanha a tendência negativa das principais praças europeias, acentuada depois da divulgação de indicadores económicos relativos à Zona Euro, que estão a alimentar receios sobre o abrandamento da economia da região. O índice de gestores de compras (PMI, na sigla inglesa) para a actividade da indústria e dos serviços na Zona Euro, da Markit Economics, caiu inesperadamente para 51,4 pontos em Novembro, o valor mais baixo dos últimos 16 meses.

 

O resultado ficou aquém das estimativas dos analistas, que previam uma subida para os 52,3 pontos, e está a contribuir para a descida do índice de referência para a Europa, o Stoxx600, que desliza 0,63%.

 

Em Lisboa, um dos sectores que mais pressiona o PSI-20 é o da banca, com destaque para o BCP, que perde 6,91% para 7,4 cêntimos. O banco liderado por Nuno Amado está a estudar a venda de parte da posição que detém no Bank Millennium através de uma operação em bolsa, permanecendo contudo com mais de 50% da instituição financeira polaca.

 

A notícia foi avançada pelo jornal polaco Puls Biznesu, que de acordo com a Bloomberg cita três fontes não identificadas. A mesma fonte dá conta que a administração do Bank Millennium vai discutir esta medida esta semana.

 

Já o BPI desliza 3,6% para 1,446 euros enquanto o Banif cai 2,94% para 0,66 cêntimos.

 

A contribuir para a tendência negativa do principal índice nacional estão, igualmente, as cotadas do sector energético, com excepção da Galp Energia, que avança 1,39% para 10,945 euros. A EDP desvaloriza 2,15% para 3,228 euros, a EDP Renováveis cai 1,51% para 5,212 euros e a REN perde 0,6% para 2,485 euros.

 

Em queda estão também as retalhistas Jerónimo Martins, com um recuo de 1,21% para 8,49 euros, e Sonae, que perde 0,91% para 1,083 euros.

 

Além da Galp Energia, só os CTT seguem em alta, com uma valorização de 0,48% para 7,57 euros. 

Ver comentários
Saber mais Lisboa Zona Euro Markit Economics Europa BCP mercado e câmbios bolsa EDP BPI Banif
Mais lidas
Outras Notícias