Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional segue a subir impulsionada pela EDP Cimpor; PSI20 cresce 0,66%

A Euronext Lisbon seguia a subir devido às valorizações dos títulos da Electricidade de Portugal (EDP), Sonae SGPS, Cimpor e Brisa. O PSI20 avançava 0,66%.

Paulo Soares de Oliveira 05 de Junho de 2002 às 13:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Euronext Lisbon seguia a subir devido às valorizações dos títulos da Electricidade de Portugal (EDP), Sonae SGPS, Cimpor e Brisa. O PSI20 avançava 0,66%.

A Bolsa «parou às 10 horas com a entrada de Portugal em jogo no campeonato do mundo de futebol, existindo muito pouco volume negociado desde então», disse ao Negocios.pt Francisco Goarmon operador da Probolsa.

A excepção era a Electricidade de Portugal [EDP] que tinha transaccionado mais de oito milhões de títulos valorizando 0,92% para os 2,19 euros.

A Sonae SGPS [SON] subia 1,33% para os 0,76 euros, «reflectindo a falta de vontade dos investidores em participarem no aumento do capital da empresa de novas tecnologias de Belmiro de Azevedo, a SonaeCom», refere o mesmo responsável.

No sector da banca, os títulos do Banco Comercial Português [BCP] valorizavam 0,27% para os 3,66 euros, tendo a instituição bancária liderada por Jardim Gonçalves transaccionado mais de 500 mil acções.

As acções do Banco Espírito Santo [BESNN] cotavam nos 11,60 euros, a descer 0,09% e os títulos do BPI [BPIN] subiam 0,40% para os 2,48 euros.

As acções da BRISA [BRISA] avançavam 0,87% para os 5,80 euros, depois do Deutsche Bank (DB) ter recomendado compra para a Brisa e um preço alvo de 7,3 euros. A liderança nacional, a compra da CCR e a eventual participação na privatização da ENA, em parceria com um grupo espanhol, justificam o potencial de subida de 27%, segundo um analista daquela instituição bancária.

A Portugal Telecom [PTC] regredia 0,13% para os 7,59 euros. A operadora nacional de telecomunicações tinha transaccionado mais de 1,7 milhões de títulos e seguia em contra ciclo com as suas congéneres europeias. A Deutsche Telekom reflectia um aumento de 1,27%, a espanhola Telefónica valorizava 0,47% e a France Telecom trepava 1,67%.

A Vodafone Telecel [TLE] subia 0,58% para os 6,97 euros, por contraposição à casa mãe britânica que descia 2,66%.

A Pararede [PARA] valorizava 2,94% para os 0,35 euros, e a Jerónimo Martins [JMAR] subia 0,40% para os 7,54 euros.

Os títulos da Impresa [IPR] ganhavam 0,74% para os 2,72 euros e as acções da Soluções Automóveis Globais [SAG] desciam 1,06%, devido à quebra do mercado automóvel em Maio.

A Cimpor contribuía para a subida do PSI20, com uma valorização de 5,26% para os 22 euros.

Ver comentários
Outras Notícias