Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional sobe mais de 1% à boleia da JM e Galp

A bolsa nacional encerrou a sessão em terreno positivo, impulsionada sobretudo pelos títulos da Jerónimo Martins e da Galp Energia. Entre as restantes praças europeias, o sentimento é também de ganhos.

A carregar o vídeo ...
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 01 de Março de 2016 às 16:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

A bolsa nacional encerrou em terreno positivo pela quarta sessão consecutiva. O PSI-20 fechou a subir 1,32% para 4.830,36 pontos, com 11 empresas em alta, quatro em queda e duas inalteradas. Entre as restantes praças europeias o sentimento é também de ganhos. O Stoxx 600, índice de referência, soma 1,46%.

Na Europa, o sector automóvel está em destaque pela positiva, sendo um dos principais impulsionadores do comportamento das bolsas europeias. A BMW avança 5,06% em Frankfurt para 78,23 euros depois de o CEO da construtora automóvel germânica ter revelado previsões de que este ano seja novamente de vendas recorde. A Volkswagen valoriza 4,50% na bolsa alemã para 112,55 euros. A italiana Fiat cresce 5,20% para 6,675 euros. A Reunault sobe 1,76% em Paris para 85,62 euros.


Por outro lado, e a marcar a negociação esta terça-feira, está a notícia que 
a Intercontinental Exchange (ICE) e a CME Group estão a estudar a possível aquisição da gestora do mercado bolsista londrino, a London Stock Exchange (LSE). As acções da LSE somam 6,50% para 2,825.00 pence.

John Plassard, da Mirabaud Securities, em Genebra, disse à Bloomberg que "o sentimento está a começar a melhorar". "Todos estavam a pensar que era o fim do mundo financeiro mas não foi esse o caso. O crude está a subir e o sector automóvel está bem. E os fundamentais mundiais conhecidos recentemente não têm sido maus", acrescentou.

Às 16:37, os preços do petróleo estavam a subir nos mercados internacionais. O West Texas Intermediate somava 0,77% para 34,01 dólares por barril. O Brent do Mar do Norte, que serve de referência para as importações portuguesas, valorizava 0,05% para 36,59 dólares por barril.


Na bolsa de Lisboa, destaque para os títulos da Jerónimo Martins e da Galp Energia. A retalhista liderada por Pedro Soares dos Santos encerrou a primeira sessão de Março a subir 2,69% para 13,375 euros. Ainda no sector, a Sonae cresceu 1,47% para 96,6 cêntimos.

Na energia, a Galp valorizou 1,88% para 10,30 euros. A unidade de investimento do Barclays cortou o preço-alvo da Galp Energia para 14,00 euros por acção, após actualizar as estimativas para o petróleo este ano. A recomendação foi mantida em "overweight", de acordo com uma nota de análise do banco a que o Negócios teve acesso.

A EDP encerrou a subir 0,74% para 2,878 euros. O Negócios na edição desta terça-feira escreve que as novas regras na energia vão "tirar" 120 milhões à EDP. O regulador vai reforçar a transparência e a supervisão no mercado. As poupanças para os consumidores devem chegar aos 120 milhões até 2020, com as receitas da EDP nas centrais remuneradas a serem afectadas.

A EDP Renováveis somou 0,33% para 6,642 euros. A REN cedeu 0,31% para 2,593 euros.

A Nos valorizou 1,85% para 6,507 euros. A empresa liderada por Miguel Almeida revelou que fechou 2015 com um aumento dos lucros de 10,7%, para 82,7 milhões de euros, tendo crescido em todos os segmentos de negócio. Os pacotes de serviços continuam a impulsionar a base de clientes da Nos, tendo aumentado 54%.  Além disso, a empresa anunciou que vai propor a distribuição de um dividendo de 16 cêntimos por acção.


A Pharol encerrou a cair 8,33% para 16,5 cêntimos, o valor mais baixo de sempre.


Na banca, o BCP fechou a sessão a deslizar 0,29% para 3,43 cêntimos. O BPI encerrou inalterado nos 1,069 euros. O banco liderado por Fernando Ulrich arrisca-se a ser multado pelo BCE se não resolver o problema de Angola até 10 de Abril.


No sector da construção, destaque para as acções da Mota-Engil, que encerraram a subir 8,86% para 1,72 euros. A Teixeira Duarte encerrou a somar 4,91% para 27,8 cêntimos.

No sector da pasta e do papel, a Semapa encerrou a cair 0,09% para 11,525 euros. A Portucel subiu 0,74% para 3,121 euros. A Altri somou 1,96% para 3,545 euros.

(Notícia actualizada às 16:58)

Ver comentários
Saber mais bolsa banca PSI-20 JM Galp Energia
Outras Notícias