Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional sobe mais de 1% apoiada nos ganhos da Nos, BCP, e Jerónimo Martins

A praça lisboeta encerrou a sessão a avançar acima de 1% impulsionada pelas valorizações registadas por cotadas como a Nos, que ganhou quase 4%, do BCP que somou mais de 3%, e da Jerónimo Martins com uma subida superior a 2,5%.

A carregar o vídeo ...
David Santiago dsantiago@negocios.pt 26 de Fevereiro de 2015 às 16:51
  • Partilhar artigo
  • 40
  • ...

O PSI-20 terminou a sessão desta quinta-feira a apreciar 1,21% para 5.654,89 pontos, com 12 cotadas a negociar em alta e as restantes seis em queda. O principal índice nacional acompanhou a tendência registada pelas principais praças do Velho Continente que seguem a negociar em alta.

 

A excepção foi protagonizada pela praça grega que fechou a cair 1,97% depois de algumas sessões a valorizar no seguimento do acordo alcançado entre os credores e o novo Governo para prolongar os empréstimos ao país por mais quatro meses.

 

A prestação da praça lisboeta aconteceu no mesmo dia em que as taxas de juro da dívida portuguesa continuaram a cair, com a taxa a dez anos a recuar para menos de 2% pela primeira vez.

 

No plano nacional, a Nos, que fechou a avançar 3,91% para os 5,985 euros, renovou máximos ao longo desta quinta-feira, tendo transaccionado nos 6,03 euros, o valor mais elevado desde Agosto de 2008. A boa performance da empresa liderada por Miguel Almeida acontece depois de ontem à noite a operadora de telecomunicações ter divulgado um aumento dos lucros de 17,8% para 74,4 milhões de euros no exercício relativo a 2014.

 

Pelo seu lado, a PT SGPS terminou o dia a descer 0,29% para 0,695 euros.

 

Ainda a impulsionar a praça lisboeta esteve o sector do retalho, com a Jerónimo Martins a somar 2,64% para 10,49 euros, um máximo de 30 de Julho de 2014. A Sonae acompanhou a tendência e fechou a subir 0,71% para 1,268 euros. 

 

O sentimento registado pelo sector da banca foi dividido. O BCP avançou 3,22% para 0,0834 euros, enquanto o Banif disparou 13,33% para 0,0068 euros, um máximo de 15 de Dezembro de 2014 naquela que é a maior subida diária do banco desde 29 de Novembro de 2013.

 

Em sentido inverso, o BPI caiu 1,86% para 1,369 euros, após esta quarta-feira o CaixaBank ter entregado o pedido de registo da oferta pública de aquisição (OPA) sobre o banco liderado por Fernando Ulrich.

 

No sector da construção o sentimento foi positivo, com a Mota-Engil a subir 1,36% para 3,355 euros e a Teixeira Duarte a crescer 1,64% para 0,808 euros.

 

Na energia a tendência foi mista, com a EDP Renováveis a valorizar 1,66% para 6,05 euros no mesmo dia em que a casa de investimento do BPI reduziu o preço-alvo da empresa liderada por Manso Neto para 7,00 euros. Já a EDP desceu 0,32% para 3,471 euros e a Galp Energia caiu 1,32% para 10,43 euros.

 

Os CTT somaram 2,72% para 9,987 euros, o valor mais elevado de sempre desde a entrada em bolsa dos serviços postais em Dezembro de 2013. Esta quinta-feira, o Negócios escreve que os correios nacionais estão interessados na compra do Activo Bank.

 

Numa nota de "research", a casa de investimento do BPI disse estimar que os CTT tenham obtido lucros de 73 milhões de euros no exercício de 2014. O BPI reiterou a recomendação face às acções dos CTT em "comprar" e manteve ainda o preço-alvo dos correios nacionais em 9,45 euros.

 

No sector do papel, a Portucel, apesar de ter fechado o dia a descer 0,26% para 3,89 euros, também renovou o seu máximo histórico na sessão desta quinta-feira ao ter tocado nos 3,909 euros. Já a Semapa avançou 4,32% para 12,205 euros, o que representa um máximo de 7 de Setembro de 2007 para a papeleira. Na terça-feira, o BES Investimento elevou o preço-alvo e recomendou aos investidores para "comprarem" acções de ambas as cotadas.

 

Ainda no papel, a Altri ganhou 2,01% para 3,04 euros.

 

Por fim, nota ainda para a Martifer que disparou 20,77% para 0,407 euros.

 

(Notícia actualizada pela última vez às 17h27 com mais cotações)

Ver comentários
Saber mais PSI-20 PT SGPS Nos Jerónimo Martins Sonae BCP Banif BPI Mota-Engil Teixeira Duarte EDP Renováveis EDP Galp Energia CTT
Outras Notícias