Bolsa Bolsa nacional sobe pela primeira vez em sete sessões

Bolsa nacional sobe pela primeira vez em sete sessões

A recuperação das bolsas chinesas está a impulsionar as praças europeias. Um movimento que a bolsa portuguesa acompanha, com o PSI-20 a beneficiar sobretudo com a valorização da Galp Energia.
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 08 de janeiro de 2016 às 08:14

A bolsa nacional abriu em alta na última sessão da semana, beneficiando com a recuperação das acções chinesas.

 

O fim da regra de cancelamento automático com quedas acima de 7%, as compras de acções por fundos estatais e a estabilidade cambial justificam a valorização levaram os índices chineses a fecharem a sessão com um ganho acima de 2%, o que está a contagiar as praças europeias.

 

Depois de ter fechado em terreno negativo em todas as últimas seis sessões, o PSI-20 está na abertura da sessão desta sexta-feira a ganhar 0,86% para 5.185,5 pontos, com 12 cotadas em alta, quatro em queda e uma sem variação.

Nas últimas quatro sessões deste ano as cotadas do PSI-20 baixaram a sua capitalização bolsista diminuir em 1,68 mil milhões de euros, o que traduz uma perda de 421 milhões de euros por dia.

 

A Galp Energia é a cotada que mais impulsiona o PSI-20, devido à subida de mais de 2% das cotações do petróleo, que ontem atingiram mínimos de 12 anos. As acções da petrolífera portuguesa sobem 2,64% para 10,07 euros.

 

O sector financeiro também está a impulsionar o índice português, com o Banco Comercial Português a ganhar 1,28% para 0,0476 euros e o Banco BPI a subir 1,74% para 1,109 euros.

 




Marketing Automation certified by E-GOI