Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional sobe pelo quinto dia consecutivo e lidera ganhos na Europa

O mercado português registou esta quarta-feira mais um dia de ganhos e acumula nas últimas cinco sessões uma valorização de 4%. A banca esteve em destaque com o BES e o BCP a subir 3,92% e 4%, respectivamente.

A carregar o vídeo ...
Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 28 de Maio de 2014 às 16:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 48
  • ...

O principal índice do mercado nacional valorizou 1,08% para os 7.134,65 pontos, com 15 cotadas em alta e cinco em queda. O PSI-20 foi o índice que mais valorizou entre os pares europeus, a par com a Grécia, e é o que mais ganha desde o início do ano: 8,779%.

 

No sector bancário, o Banco Espírito Santo valorizou esta quarta-feira, 28 de Maio, um máximo de 6,79% para 1,007 euros. No segundo dia de negociação em bolsa os direitos de subscrição de novas acções no aumento de capital, as acções do banco fecharam a subir 3,92% para 98 cêntimos.  

 

Os direitos de subscrição do aumento de capital chegaram a valorizar 22,22% para 14,3 cêntimos e fecharam o dia a ganhar 8,55% para 12,7 cêntimos. Ontem tinham valorizado 30% face ao preço teórico de 9,1 cêntimos com que arrancaram a negociação na terça-feira.

 

O Banco Comercial Português regista, desde segunda-feira, fortes valorizações em bolsa, tendo chegado a subir 5,37% na sessão de hoje. O banco anunciou esta terça-feira que devolveu os primeiros 400 milhões de euros de ajuda pública em obrigações de capital contingente (CoCo).

 

Os analistas aplaudiram a decisão do banco e estão confiantes de que o BCP vai conseguir cumprir o seu plano estratégico e devolver a ajuda estatal antes de 2017, bem como passar nos testes de "stress".

 

As acções do banco liderado por Nuno Amado fecharam a subir 4% para 20,01 cêntimos, com mais de 200 milhões de títulos negociados.

 

Ainda no sector bancário foi esta quarta-feira conhecido que Banco BPI vai iniciar uma oferta de troca de dívida por novas acções representativas do seu capital. Uma operação que, se for bem-sucedida, aumentará o capital do banco em quase 114 milhões de euros e servirá para dar uma maior força à devolução da ajuda estatal. Os títulos da instituição financeira subiram 2,13% para 1,772 euros.

 

A impulsionar o mercado nacional estiveram também as acções da Mota-Engil. A construtora segue em terreno positivo há cinco sessões consecutiva e hoje chegou a valorizar um máximo de 4,38% para 5,148 euros. Fechou o dia a subir 3,39% para 5,099 euros. 

 

A empresa anunciou esta terça-feira que ganhou contratos de concessão e de adjudicação de obras no valor de 520 milhões de euros na América Latina. No México, foi adjudicado ao consórcio liderado pelo grupo português o contrato para a construção, operação, conservação e manutenção da concessão rodoviária Cardel-Poza Rica, no Estado de Veracruz, por um prazo de 30 anos.

 

No sector das telecomunicações, a Zon Optimus ganhou 1,48% para 4,942 euros, no dia em que o Goldman Sachs subiu o preço-alvo das acções da empresa de 4,6 euros para 5,4 euros, com a recomendação a passar de "vender" para "neutral".

 

A Portugal Telecom fechou o dia a ganhar 0,36% para valer 2,755 euros por acção.

Ver comentários
Saber mais bolsa nacional PSI-20 BCP BES Banif BPI
Mais lidas
Outras Notícias