Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional sobe quase 1% com ganho superior a 5% da PT

A bolsa nacional já inverteu a tendência de quedas registada no início da sessão, com o PSI-20 a subir perto de 1%. A impulsionar a negociação bolsista está a Portugal Telecom (PT), cujas acções sobem mais de 5% após a apresentação de resultados do terceiro trimestre.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 13 de Novembro de 2008 às 08:25
  • Partilhar artigo
  • ...
A bolsa nacional já inverteu a tendência de quedas registada no início da sessão, com o PSI-20 a subir perto de 1%. A impulsionar a negociação bolsista está a Portugal Telecom (PT), cujas acções sobem mais de 5% após a apresentação de resultados do terceiro trimestre.

O principal índice da bolsa nacional subia 0,92% para os 6.570,74 pontos, com sete acções em alta, 11 em queda e duas inalteradas. No início da sessão o PSI-20 recuou, acompanhando o sentimento negativo das congéneres europeias, que reflectiam as quedas acentuadas dos mercados norte-americanos e asiáticos. Contudo, os índices europeus aliviaram as quedas e seguiam sem uma tendência definida.

A bolsa nacional era animada pela PT, que avançava 5,2% para os 6,011 euros, a reagir à apresentação de resultados feita esta manhã. A PT anunciou hoje uma quebra de 34,7% dos lucros nos primeiros nove meses do ano para os 437,3 milhões de euros, um número que superou as estimativas dos analistas consultados pela Reuters que apontavam para um lucro de 378 milhões de euros.

A Galp Energia, que ontem ao fim do dia também apresentou os resultados dos primeiros nove meses do ano, subia 0,62% para os 8,13 euros.

A EDP ganhava 0,57% para os 2,65 euros, contribuindo para os ganhos na bolsa nacional, enquanto a subsidiária de energias renováveis perdia 1,61% para os 4,90 euros, travando os ganhos no PSI-20.

Na banca o sentimento era misto. O Banco Comercial Português (BCP) avançava 0,85% para os 0,829 euros, enquanto o BPI recuava 1,25% para os 1,664 euros. O Banco Espírito Santo (BES) seguia estável nos 7,30 euros.

Ver comentários
Outras Notícias