Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa portuguesa lidera perdas na Europa

A bolsa portuguesa encerrou com uma queda superior a 1% em mais um dia negro para as praças europeias e asiáticas. O PSI-20 caiu 1,42% mas chegou a desvalorizar mais de 2% ao longo da sessão, pressionado pela Portugal Telecom e pelo Banco Comercial Portug

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 05 de Março de 2007 às 17:19
  • Partilhar artigo
  • ...

A bolsa portuguesa encerrou com uma queda superior a 1% em mais um dia negro para as praças europeias e asiáticas. O PSI-20 caiu 1,42% mas chegou a desvalorizar mais de 2% ao longo da sessão, pressionado pela Portugal Telecom e pelo Banco Comercial Português.   

O principal índice da bolsa portuguesa [Cot] fechou nos 11.434,41 pontos com 16 títulos a descer e quatro a subir. A praça lisboeta liderou as perdas na Europa. As principais praças europeias voltaram a abrir em forte queda mas recuperaram ao longo da sessão. O Stoxx 50 encerrou a desvalorizar 0,58%.

Na última semana e meia, o PSI-20 já recuou quase 7% e regista agora um ganho de 2,1% desde o início do ano.

O fim da OPA sobre a PT penalizou fortemente todos os títulos envolvidos na operação. A Sonaecom [snc] chegou a cair mais de 18% ao longo da sessão e encerrou a perder 16,49% para os 4,61 euros e a Sonae SGPS recuou 1,27% para os 1,56 euros.

As acções da Portugal Telecom [ptc] desvalorizaram 3,03% para os 9,60 euros.

A PTMultimédia [ptm] foi a única que encerrou a valorizar com uma subida de 3,20% para os 10,96 mas ao longo da sessão chegou a perder mais de 2%.

A liderar os ganhos da bolsa portuguesa esteve também o BCP [bcp] que hoje recuou 1,85% para os 2,66 euros. O BES [besnn] caiu 1,49% para os 13,87 euros e o BPI [bpin] desvalorizou 1,40% para os 6,35 euros.

A Energias de Portugal [edp] caiu 0,48% para os 4,14 euros tendo estado a cair ao longo da sessão mais de 3%.

A Galp Energia [galp pl] após uma queda de quase 4%, encerrou a cair 2,20% para os 7,12 euros.

No sector da construção, a Mota-Engil [egl] desvalorizou 2,65% para os 5,50 euros e a Semapa [sema] recuou 4,81% para os 10,68 euros.

Além da PTM, encerraram hoje a valorizar a Jerónimo Martins (JM), a Brisa e a Sonae Indústria.

A JM [jmar] subiu 3,60% para os 19,30 euros a beneficiar de uma melhoria da avaliação da JP Morgan, que aumentou o preço alvo para os títulos da retalhista de 17,5 euros para 23 euros.

As acções da Brisa [brisa] subiram 1,13% para os 6,35 euros por serem consideradas como um título de refúgio em épocas de maior incerteza. "A Brisa pode estar a beneficiar da procura de acções mais defensivas", explicou Luís Duarte, do CaixaBI ao Jornal de Negócios online.

A Sonae Indústria valorizou 0,11% para os 4,61 euros.

Ver comentários
Outras Notícias