Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa pouco alterada com banca a condicionar

A bolsa nacional seguia pouco alterada, numa altura em que o BCP impulsionava o índice nacional e o Banco BPI contrariava e evitava maiores ganhos. O PSI-20 ganhava 0,03% num dia marcado por correcções.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 01 de Setembro de 2005 às 13:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bolsa nacional seguia pouco alterada, numa altura em que o BCP impulsionava o índice nacional e o Banco BPI contrariava e evitava maiores ganhos. O PSI-20 ganhava 0,03% num dia marcado por correcções.

O principal índice nacional [psi20] avançava para os 7.820,25 pontos, com sete acções a subir, sete a cair e seis inalteradas. As bolsas europeias registavam subidas mais acentuadas a beneficiar da apresentação de resultados de algumas empresas que ficaram acima do esperado e de recomendações de compra de acções como a Alcatel e a Nokia.

O Banco Comercial Português (BCP) [bcp] subia 0,46% para os 2,19 euros, o Banco Espírito Santo (BES) [besnn] ganhava 0,15% para os 13,16 euros, enquanto o Banco BPI [bpin] descia 0,57% para os 3,47 euros.

A PT Multimédia [ptm] avançava 1,27% para os 8,00 euros. Os analistas da Lisbon Brokers reiteraram a recomendação de «strong buy» e o preço-alvo de 10,35 euros por acção para a PTM por acreditarem que a TV cabo, nomeadamente nos seus serviços adicionais, e a Netcabo vão continuar a ser as chaves principais para o crescimento da PTM.

Estes especialistas estimam que a PTM vai registar receitas totais de 307,1 milhões de euros, um EBITDA de 93,7 milhões de euros e uma margem de EBITDA de 30,5% segundo as novas normas. Já os analistas do Millennium bcp acreditam que os lucros da PT Multimédia serão de 43,7 milhões, as receitas de 310 milhões de euros e o EBITDA de 94,8 milhões de euros.

A Portugal Telecom (PT) [ptc] caía 0,13% para os 7,69 euros.

A Energias de Portugal (EDP) [edp] depreciava 0,44% para os 2,27 euros e a Brisa [brisa] seguia inalterada nos 6,90 euros.

A Sonae SGPS [son] seguia inalterada nos 1,27 euros, depois de ter avançado até 2,36% para o máximo desde Março de 2001 nos 1,30 euros. A Sonae Industria [sona] caía 0,37% para os 5,33 euros.

A Lisbon Brokers reiterou hoje a sua recomendação de «compra», para a Sonae Industria depois da participada da Sonae SGPS ter apresentado ontem resultados «sólidos» e tendo em conta o seu «spin-off» da casa-mãe que deverá acontecer até ao final do ano. A mesma casa de investimento reiterou também a recomendação para Sonae SGPS que deverá apresentar resultados dia 9.

Os analistas do BPI consideram que os resultados apresentados pela Sonae Industria têm um impacto «positivo» na empresa uma vez que o desempenho operacional ficou acima das expectativas, com a participada da Sonae SGPS a continuar a beneficiar do livro de encomendas e das condições do mercado.

A Media Capital [mcp] subia 0,28% para os 7,17 euros. O caso LP Brothers-Media Capital é considerado matéria criminal e vai ser investigado pelo Ministério Público (MP), apurou o Jornal de Negócios. O processo está em fase final de preparação na CMVM e deverá transitar rapidamente para o Ministério Público.

A Altri [altr] desvalorizava 5,11% para os 1,67 euros, no dia em que renovou o máximo desde que cota em bolsa ao tocar nos 1,85 euros.

Ver comentários
Outras Notícias