Bolsa Bolsas dos EUA prolongam optimismo com alívio da ameaça de guerra comercial

Bolsas dos EUA prolongam optimismo com alívio da ameaça de guerra comercial

Depois de terem registado forte ganhos na sessão de ontem, as bolsas dos EUA mantêm o optimismo, devido às negociações entre Pequim e Washington.
Bolsas dos EUA prolongam optimismo com alívio da ameaça de guerra comercial
EPA
Rita Faria 27 de março de 2018 às 14:43

Os principais índices norte-americanos abriram em alta esta terça-feira, 27 de Março, prolongando a tendência positiva que sustentou os maiores ganhos diários dos últimos dois anos e meio na sessão de ontem.

 

Depois de ter subido mais de 3% no arranque da semana, o tecnológico Nasdaq soma 0,40% para 7.249,15 pontos. O industrial Dow Jones valoriza 0,21% para 24.253,53 pontos, e o S&P500 avança 0,10% para 2.661,54 pontos.

 

As notícias dando conta de que os Estados Unidos e a China iniciaram negociações com vista à melhoria do acesso dos produtores norte-americanos aos mercados chineses aliviaram os receios do mercado em torno da guerra comercial entre os dois países, e levaram as bolsas dos Estados Unidos a subir mais de 2% na sessão de ontem - o maior ganho diário desde Agosto de 2015.

 

A administração Trump pediu à China que corte as tarifas sobre os carros importados, permita a accionistas estrangeiros deterem a maior do capital de empresas de serviços financeiros e compre mais semicondutores aos Estados Unidos para evitar as novas tarifas sobre as importações de bens chineses e uma potencial guerra comercial.

 

Segundo a Reuters, estes pontos estão a ser negociados pelo secretário do Tesouro norte-americano Steven Mnuchin e pelo representante para o Comércio Robert Lighthizer com Pequim.

 

O Facebook, que tem sido fortemente penalizado em bolsa devido às falhas na protecção dos dados dos utilizadores, está a desvalorizar 1,38% para 157,86 dólares.  

 

A empresa liderada por Mark Zuckerberg enfrenta agora uma investigação da Comissão Federal de Comércio dos EUA sobre como permitiu que dados de 50 milhões de utilizadores chegassem às mãos de uma consultora política.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI