Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas americanas valorizam com números do emprego

As principais bolsas norte-americanas iniciaram a sessão em alta, depois de ontem terem encerrado em forte queda, a beneficiar dos números divulgados hoje relativamente ao emprego no país que demonstraram que a criação de postos de trabalho cresceu mais d

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 03 de Janeiro de 2008 às 15:26
  • Partilhar artigo
  • ...

As principais bolsas norte-americanas iniciaram a sessão em alta, depois de ontem terem encerrado em forte queda, a beneficiar dos números divulgados hoje relativamente ao emprego no país que demonstraram que a criação de postos de trabalho cresceu mais do que o esperado no último mês.

O Dow Jones [INDU] subia 0,41% para os 13.098,02 pontos, enquanto o Nasdaq [CCMP] avançava 0,15% para os 2.613,55 pontos.

"O mercado está preparado para aceitar más notícias, e estas são um pouco positivas para nós", referiu Michael Nasto, "trader" na US Global Investors.

O Citigroup, o maior banco dos EUA, era um dos títulos que suporta este avanço, enquanto a Monsanto, a maior produtora de sementes mundial, beneficiava dos resultados anunciados que superaram as estimativas dos analistas.

A ConocoPhillips, a terceira maior empresa de energia americana, subia com os altos preços do petróleo que ontem atingiu o máximo histórico de 100 dólares o barril.

Ao início da tarde o Departamento do Trabalho dos EUA anunciou que o número de pedidos de subsídio de desemprego, na semana passada, desceu, permanecendo num nível que sugere que o mercado de trabalho do país permanecerá fraco neste início do ano.

Os pedidos de subsídio de desemprego caíram para 336 mil na semana terminada a 29 de Dezembro. O números de pedidos da semana anterior foi revisto em alta para 357 mil, um máximo desde Outubro de 2005.

Por outro lado, um relatório privado da "ADP Employer Services" baseado na criação de empregos mostrou que as empresas no país constituíram 40 mil empregos em Dezembro, um ganho superior ao previsto.

Ver comentários
Outras Notícias