Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas asiáticas recuam pela primeira vez em três dias com incerteza na Europa

O índice MSCI Ásia Pacífico travou duas sessões positivas, penalizado pelos receios em torno da crise na Europa.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 15 de Novembro de 2011 às 07:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As principais praças asiáticas recuaram hoje pela primeira vez em três dias, depois de um aumento dos custos de financiamento da Itália ter intensificado os receios em relação à crise da dívida soberana na região.

O índice MSCI Ásia Pacífico desceu 1%, travando a valorização de 2,4% registada nas duas últimas sessões. Já o nipónico Nikkei perdeu 0,72% para os 8.541,93 pontos, enquanto o Topix deslizou 0,67% para os 730,91 pontos.

A crise europeia continua a penalizar as bolsas, num momento em que o novo chefe do Executivo transalpino, Mário Monti, procura formar um governo capaz de enfrentar os problemas que o país tem pela frente. Ontem a Itália vendeu três mil milhões de euros em obrigações a cinco anos, com um juro de 6,29%, o valor mais alto pago pelo país desde Junho de 1997.

No sector financeiro, o Standard Chartered caiu 4,1%, no mercado de Hong Kong, enquanto o HSBC desvalorizou 1,7%.

Entre as empresas do sector exportador, o dia também foi negativo. A Nintendo, que capta 40% das suas receitas na Europa, desceu 2,5%. Já a Hyundai deslizou 0,7%.

Ver comentários
Saber mais Bolsas Japão MSCI Ásia Pacífico Nikkei
Mais lidas
Outras Notícias