Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas chinesas caem após dados do PIB

A economia chinesa superou as previsões e cresceu 6,9% no terceiro trimestre. Ainda assim, as acções da segunda maior economia mundial encerraram em queda, numa sessão em que também o yuan está a perder valor.

André Tanque Jesus andrejesus@negocios.pt 19 de Outubro de 2015 às 09:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Após duas sessões em alta, as acções chinesas regressaram às quedas. Isto numa sessão marcada pela divulgação da evolução do produto interno bruto (PIB) no último trimestre, que ficou acima das previsões. Mas também o yuan está a ser penalizado.

A economia da China cresceu mais que o previsto. O PIB expandiu-se 6,9% entre Julho e Setembro, acima do consenso de 6,8% apontado pelos economistas consultados pela Bloomberg. Ainda assim, este foi o menor crescimento da economia desde 2009. As vendas a retalho também revelaram-se melhor do que o esperado, mas a produção industrial ficou aquém das expectativas.

E parece estar a ser este o indicador que os investidores estão a pesar, uma vez que o Shanghai Composite encerrou em queda na sessão desta segunda-feira, 19 de Outubro. O principal índice accionista chinês perdeu 0,14% para 3.386,70 pontos, tendo chegado a cair um máximo de 1,06%.

Certo é que, ainda assim, o crescimento da segunda maior economia mundial ficou abaixo dos objectivos oficiais. O Executivo de Li Keqiang tem como meta para 2015 uma expansão económica de 7%, algo que poucos economistas, actualmente, acreditam que possa acontecer.

Daí que os investidores estejam à espera de mais medidas de estímulo económico e monetário na China. Isto depois de, durante o Verão, as instituições oficiais terem injectado enormes quantidades de liquidez no mercado, além de terem provocado a maior desvalorização do yuan desde meados dos anos 1990.

E também a moeda asiática acabou por ser penalizada nesta sessão. O yuan recua actualmente 0,08%, com cada dólar a valer 6,3579 yuans. As moedas são vistas como o reflexo da robustez de uma economia, sendo por norma penalizadas quando o crescimento fica aquém do previsto.

Ver comentários
Saber mais China bolsa Shanghai Composite acções economia PIB crescimento vendas a retalho produção industrial bolsa mercados
Outras Notícias