Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas dos EUA caem com abrandamento da actividade industrial

As praças norte-americanas inverteram a tendência da abertura e seguem a desvalorizar depois de ter sido divulgado que o índice que mede a actividade industrial nos EUA caiu mais do que o esperado. O Nasdaq perdia 0,14% e o Dow Jones recua 0,03%.

Paulo Moutinho 03 de Janeiro de 2006 às 15:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As praças norte-americanas inverteram a tendência da abertura e seguem a desvalorizar depois de ter sido divulgado que o índice que mede a actividade industrial nos EUA caiu mais do que o esperado. O Nasdaq perdia 0,14% e o Dow Jones recua 0,03%.

Os índices nos EUA encerraram o ano de 2005 a registarem as piores performances desde 2002, com o Dow Jones a terminar o ano com uma variação negativa de 0,5% e o índice tecnológico, o Nasdaq, a registar a menor variação anual desde a sua criação em 1971, com um ganho inferior a 1,4%.

Hoje, a Reserva Federal vai divulgar as minutas da última reunião, que, segundo os analistas consultados pela Bloomberg deverá revelar que a Fed tenha deixado de utilizar o termo «acomodação», sugerindo que os juros praticados já estão a um nível satisfatório para evitar a inflação.

Na sessão de hoje, a primeira de 2006 em que o mercado norte-americano está a negociar, o Dow Jones cotava nos 10.714,07 pontos e o Nasdaq descia para os 2.201,55 pontos.

O índice que mede a actividade industrial nos Estados Unidos abrandou em Dezembro ao cair para os 54,2 pontos contra os 58,1 verificados no mês anterior. A queda foi superior ao esperado pelo mercado.

As acções da Wal-Mart, recuavam 1,18% para os 42,25 dólares, depois da retalhista anunciar que as suas vendas no mês de Dezembro avançaram 2,2%, o pior ganho no mês de Natal dos últimos cinco anos.

As tecnológicas impedem os índices de registar maiores perdas, principalmente a Google, que ganhava 1,73% para os 422,03 dólares, depois do analista Safa Rash da casa de investimento Piper Jaffray afirmar que as acções da empresa vão continuar a valorizar, com a expansão do mercado de «busca na Internet». O analista reviu em alta o preço-alvo para os títulos da companhia dos 445 dólares para os 600 dólares, no final deste ano.

A Rambus, uma fabricante de «chips» de memória, ganhava 9,82% para os 17,78 dólares e os títulos da Advanced Micro Devices (AMD) subiam 1,73% para os 31,13 dólares.

Ver comentários
Outras Notícias