Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas dos EUA desvalorizam condicionadas por sector retalhista (act.)

As bolsas norte-americanas terminaram hoje a sessão a encerrar, condicionada pelo sector retalhista, depois da maior cadeia de vestuário dos EUA, a Gap, ter anunciado vendas de Julho abaixo do esperado. O Dow Jones recuou 1,61%, abaixo dos 10 mil pontos,

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 05 de Agosto de 2004 às 21:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As bolsas norte-americanas terminaram hoje a sessão a encerrar, condicionada pelo sector retalhista, depois da maior cadeia de vestuário dos EUA, a Gap, ter anunciado vendas de Julho abaixo do esperado. O Dow Jones recuou 1,61%, abaixo dos 10 mil pontos, e o Nasdaq desvalorizou 1,80%.

O Dow Jones [INDU] fechou nos 9.963,03 pontos, a cair 1,61%, enquanto o Nasdaq [CCMP] encerrou nos 1.821,63 pontos, a perder 1,80%. O índice S&P 500 perdeu 1,63%, para 1.080,70 pontos, o nível mais baixo desde 17 de Dezembro de 2003.

As vendas do comércio a retalho de lojas que abriram no último ano aumentaram 3,3% em Julho, ao segundo ritmo mais lento dos últimos nove meses, de acordo com uma sondagem a 65 retalhistas realizado pelo Conselho Internacional de Centros Comerciais.

A cadeia de vestuário Gap recuou 7,44%, para 19,79 dólares, depois de anunciar que os lucros relativos ao segundo trimestre fiscal , com exclusão de alguns itens, foi entre 23 a 25 cêntimos de dólar por acção, aquém da previsão de 28 cêntimos por acção previstos pelos analistas da Thomson Financial.

A companhia de retalho do mundo, a Wal-Mart Stores perdeu 2,16%, para 52,05 dólares (43,14 euros), num dia em que anunciou que as vendas de Julho aumentaram 3,2%face a igual período do ano passado, o segundo pior desempenho dos últimos 13 meses.

O contrato de futuro de crude [cl1], ascendeu hoje em Nova Iorque, a um novo máximo histórico, pela quinta vez consecutiva, ao tocar nos 44,50 dólares (36,88 euros) no meio da sessão, levando os mercados a recearem, uma vez mais, que os custos energéticos deteriorem os lucros trimestrais das empresas.

A Boston Scientific perdeu 6,64%, para 33,90 dólares (28,10 euros), uma das maiores quedas do S&P 500, no dia em que anunciou que terá de recolher mais 3.000 equipamentos Taxus, o sistema mais usado mundialmente para auxiliar a dilatação das artérias. A companhia já tinha recolhido outros 85 mil dispositivos no mês passado depois de defeito no sistema ter sido associado a uma morte e a ferimentos em 18 pessoas.

O ADR da Portugal Telecom (PT) [PTC] avançou 1%, para 10,12 dólares (8,39 euros), enquanto em Lisboa as acções da operadora de telecomunicações terminaram a sessão a avançar 1,81%, para 8,46 euros.

O ADR da Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] valorizou 0,07%, para 27,21 dólares (22,55 euros), enquanto em Lisboa os títulos da empresa atingiram os 2,25 euros, a apreciar 0,45%. Cada ADR equivale a 10 acções da eléctrica nacional.

Ver comentários
Outras Notícias