Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas dos EUA encerram a desvalorizar condicionado pela AT&T

As bolsas norte-americanas terminaram hoje a sessão a desvalorizar, impulsionadas pelas acções do sector das telecomunicações, depois da líder norte-americana de comunicações à distância AT&T ter liderado as perdas. O Dow Jones fechou a cair 0,34% e o Nas

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 24 de Junho de 2004 às 21:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As bolsas norte-americanas terminaram hoje a sessão a desvalorizar, impulsionadas pelas acções do sector das telecomunicações, depois da líder norte-americana de comunicações à distância AT&T ter liderado as perdas. O Dow Jones fechou a cair 0,34% e o Nasdaq a recuar 0,27%.

O Dow Jones [INDU] fechou nos 10.443,81 pontos, a cair 0,34%, enquanto o Nasdaq [CCMP] encerrou nos 2.015,87 pontos, a recuar 0,27 %.

A AT&T liderou as quedas da sessão de hoje, ao cair 10,05%, para 14,76 dólares, depois da maior companhia telefónica dos EUA ter anunciado que os resultados operacionais deste ano poderão cair até dois terços, situação decorrente da aceleração do decréscimo das vendas a clientes empresariais e do recuo dos preços das chamadas.

A rival MCI caiu 1,09%, para 13,55 dólares, depois de um analista do Credit Suisse First Boston ter defendido que a segunda maior companhia de telefones dos EUA poderá ter que baixar os preços depois da AT&T ter revisto em baixo as suas previsões anuais.

A casa de investimento Allied Capital caiu 9,28%, para 24,45 dólares, depois de ter revelado que está a ser investigada pela Securities and Exchange Comission (SEC).

Em sentido contrário, a Microsoft avançou 0,32%, para 28,39 dólares, depois de um analista do Banc of America ter defendido que o crescimento das receitas da maior fabricante de ‘software’ do mundo irá acelerar e beneficiar de um aumento dos gastos em tecnologia.

O ADR da Portugal Telecom (PT) [PTC] caiu 0,67%, para 10,45 dólares, enquanto em Lisboa as acções da operadora de telecomunicações terminaram a sessão a recuar 0,35%, para 8,63 euros.

O ADR da Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] avançou 0,58%, para 27,89 dólares, enquanto em Lisboa os títulos da empresa atingiram os 2,28 euros, recuando 0,44%. Cada ADR equivale a 10 acções da eléctrica nacional.

Mais lidas
Outras Notícias