Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas dos EUA seguem a desvalorizar

As bolsas dos EUA inverteram a tendência inicial de valorização, seguindo agora a recuar. Os inventários empresariais aumentaram 0,1% em Setembro nos EUA, ao ritmo mais lento do último ano. O Dow Jones seguia a perder 0,05%, enquanto o Nasdaq desvalorizav

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 12 de Novembro de 2004 às 15:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As bolsas dos EUA inverteram a tendência inicial de valorização, seguindo agora a recuar. Os inventários empresariais aumentaram 0,1% em Setembro nos EUA, ao ritmo mais lento do último ano. O Dow Jones seguia a perder 0,05%, enquanto o Nasdaq desvalorizava 0,16%.

O Dow Jones [indu] recuava 0,05%, para 10.464,90 pontos, enquanto o Nasdaq [ccmp] desvalorizava 0,16%, para os 2.057,95 pontos.

Os inventários das empresas dos Estados Unidos da América aumentaram 0,1% em Setembro, o ritmo mais lento de subida em mais de um ano, sugerindo que as empresas estão a ser cautelosas em adicionar «stocks» em vésperas de Natal, preocupadas com um eventual declínio na procura.

As vendas do comércio a retalho dos EUA aumentaram 0,2% em Outubro. Com exclusão das vendas de carros, o comércio a retalho cresceu 0,9%, anunciou hoje o Departamento do Comércio daquele país.

Os economistas consultados pela Bloomberg aguardavam um aumento de 0,1% das vendas totais, para 341 mil milhões de dólares (264,25 mil milhões de euros).

O índice de confiança dos consumidores norte-americanos aumentou em Novembro, de acordo com índice que mede a confiança dos consumidores, elaborado pela Universidade Michigan. O índice subiu para 95,5 pontos o que compara com 91,7 registados em Outubro.

A Dell avançava 4,24%, para 38,83 dólares (30,09 euros). A maior fabricante de computadores pessoais liderava os ganhos do sector tecnológico depois de ontem o presidente executivo da companhia, Kevin Rollins, ter defendido que a procura de PC e impressoras está «saudável» e que as vendas devem aumentar 17% este trimestre.

A Hewlett Packard ganhava 0,31%, para 19,31 dólares (14,96 euros), mas a Microsoft recuava 0,07%, para 29,96 dólares (23,21 euros).

Já a fabricante de semicondutores Intel recuava 0,17%, para 23,13 dólares (17,92 euros), enquanto a rival Advanced Micro Devices adicionava 3,82%, para 19,30 dólares (14,95 euros).

O SunTrust Banks caía 0,94%, para 72,37 dólares (56,08 euros). A instituição financeira apresentou resultados trimestrais abaixo das previsões dos analistas e terá de refazer as contas relativas ao primeiro trimestre, de forma a corrigir o montante de provisões para cobrir crédito mal parado.

Outras Notícias