Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas europeias avançam com ganhos da Ericsson e Roche

Os principais mercados europeus seguiam a negociar com ganhos, beneficiando do optimismo entre os investidores depois da Ericsson e a Roche terem divulgado lucros acima do esperado. O discurso do presidente da Reserva Federal dos EUA (Fed), bem como o pla

Ruben Bicho rbicho@mediafin.pt 21 de Julho de 2004 às 10:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os principais mercados europeus seguiam a negociar com ganhos, beneficiando do optimismo entre os investidores depois da Ericsson e a Roche terem divulgado lucros acima do esperado. O discurso do presidente da Reserva Federal dos EUA (Fed), bem como o plano de remuneração aos accionistas da Microsoft, também está a ajudar os índices.

Alan Greenspan, presidente da Fed, afirmou ontem que espera um aumento do consumo privado nos Estados Unidos, acrescentando que a economia norte-americana vai continuar a crescer, mesmo com um aumento moderado das taxas de juro.

Esta notícia animou os mercados mundiais, e na Europa os ganhos aumentaram esta manhã com a divulgação de resultados por parte da Roche e da Ericsson. A empresa de telefones móveis anunciou um crescimento de 18% nas vendas do segundo trimestre, com os lucros a atingirem os 5,3 mil milhões de coroas suecas. (576 milhões de euros).

A Roche, por sua vez, afirmou que os lucros do primeiro semestre quase duplicaram para os 2,82 mil milhões de francos suíços (1,84 mil milhões de euros). Estes números ficaram acima das previsões dos analistas.

A liderar os ganhos entre as principais praças europeias estava o DAX [DAX], que seguia a crescer 1,30% para 3.887,46 pontos. O Deutsche Bank subia 3% para 60,19 euros depois de a JP Morgan ter revisto em alta a recomendação do banco, de «underweight» para «neutral».

O francês CAC-40 [CAC] ganhava 1,22% para 3.651,27 euros. A Vivendi, maior empresa de música do mundo, subia 3,3% para 21,65 euros, impulsionada pelas notícias de uma fusão com a editora Lagardere, que crescia 1,7% para 50,35 euros.

Em Amesterdão, o AEX [AEX] avançava 1,25% para 332,15 pontos, com o ING Groep, maior empresa de serviços financeiros da Holanda, a avançar 2,1% para 18,64 euros depois de anunciar que vai vender a Cene Bankiers ao banco Van Lanschot.

O principal índice britânico, FTSE [UKX] subia 0,83% para 4.375,20 pontos. A operadora de telemóveis MM02 ganhava 2,5% para 91,75 pence. A empresa afirmou que o número de clientes aumentou 2,9% no primeiro trimestre fiscal, acima das expectativas dos analistas.

Em Espanha, o IBEX [IBEX] seguia a ganhar 0,68% para 8.044,20 pontos. A Sogecable, que ontem apresentou resultados após o fecho da sessão, seguia a ganhar 2,78% para 31,14 euros.

Outras Notícias