Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas europeias caem com euro perto de máximos

As principais praças europeias encerraram a sessão em queda com o euro a negociar muito perto do máximo histórico de 1,3461 dólares fixado no final da semana passada. As cotadas exportadoras continuam a ser a mais penalizadas e a condicionar a evolução do

Susana Domingos sdomingos@negocios.pt 06 de Dezembro de 2004 às 18:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As principais praças europeias encerraram a sessão em queda com o euro a negociar muito perto do máximo histórico de 1,3461 dólares fixado no final da semana passada. As cotadas exportadoras continuam a ser a mais penalizadas e a condicionar a evolução dos índices do Velho Continente. Hoje, as transportadoras aéreas também foram afectadas pelo petróleo, que voltou a apreciar nos mercados internacionais.

O Dow Jones Stoxx 50 caiu 0,57% para os 2.761,95 pontos, com a Nokia a depreciar 2,85% para os 12,29 euros e a mineira Anglo American a descer 3,32% para os 1.194 pence, num dia em que a bolsa espanhola esteve encerrada para comemorar o «Dia da Constituição».

O euro [eur] seguia em queda de 0,14% para os 1,3435 dólares, abaixo do máximo histórico de 1,3461 dólares fixado na sexta-feira mas, ainda assim, acima do patamar dos 1,34 dólares.

No mercado de matérias-primas, o petróleo subia pela primeira vez em cinco sessões, com a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) a darem sinais de que poderão cortar a produção, dada a queda abrupta que se registou em Londres e EUA nos últimos dias. Em Londres, os futuros sobre o «brent» [co1] seguiam a subir 0,43% para os 39,53 dólares por barril e, em Nova Iorque, os futuros sobre o crude [cl1] avançavam 0,61% para os 42,80 dólares por barril.

Na Alemanha, o DAX 30 [DAX] caiu 0,36% para os 4.193,91 pontos com a Volkswagen, que realiza 17% das suas vendas nos EUA, a descer 1,43% para os 33,87 euros, atrás apenas da Deutsche Boerse, que perdeu 1,84%.

Na praça londrina, o FTSE 100 [UKX] recuou 0,53% para os 4.722,80 pontos, pressionado pela descida de 1,84% da British Airways para os 227,25 pence e de 2,64% da Rolls-Royce para os 257,75 pence.

Em Paris, o CAC 40 [CAC] encerrou com perdas de 0,43% para os 3.767,39 pontos, com as construtoras automóvel Peugeot e Renault a condicionarem o crescimento do índice, devido aos elevados níveis do euro, que se encontra acima da barreira dos 1,34 dólares. A Peugeot depreciou 1,42% para os 45,25 euros e a Renault desceu 0,90% para os 60,45 euros.

O AEX [AEX] de Amesterdão deslizou 0,36% para os 342,23 pontos, com a retalhista Royal Ahold, que obtém mais de dois terços das suas receitas no mercado norte-americano, a recuar 1,6% para os 5,62 euros e a Philips a depreciar 1% para os 19,91 euros.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias