Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas europeias caem depois de tocarem máximos

As principais Bolsas europeias caíram depois de ontem terem registado vários máximos, com os investidores a aproveitarem para realizar mais valias e após os mercados terem assimilado a perspectiva de redução dos juros pelo BCE na quinta-feira.

Negócios negocios@negocios.pt 03 de Junho de 2003 às 19:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As principais Bolsas europeias caíram depois de ontem terem registado vários máximos, com os investidores a aproveitarem para realizar mais valias e após os mercados terem assimilado a perspectiva de redução dos juros por parte do BCE na próxima quinta-feira.

O DJ Stoxx 50 cedia 0,72% para os 2.353,05 pontos. Na sessão de ontem, o índice que agrega as 50 maiores empresas europeias em termos de capitalização bolsista e liquidez havia atingido um novo máximo dos últimos cinco meses e meio.

As subidas das sessões precedentes foram igualmente impulsionadas pela perspectiva de descida dos juros pelo Banco Central Europeu (BCE), uma possibilidade sugerida hoje pelo próprio presidente da instituição.

Wim Duisenberg afirmou hoje que «as pressões inflacionistas caíram significativamente nos últimos meses e esta aferição será reflectida nas nossas deliberações de política monetária».

O DAX [DAX] recuava 1,45% para os 3.020,03 pontos, arrastado pelas quedas da Altana e do Commerzbank. A farmacêutica resvalou 0,16%, enquanto o banco cedeu 3,06%.

Em Amsterdão, o AEX fixou-se nos 283,36 pontos, a cair 0,99%. As quedas foram lideradas pelo ABN Amro, accionista do Banco Comercial Português (BCP), que retrocedeu 2,05%, e pela operadora telefónica incumbente KPN, cuja perda foi de 3,21%.

Em Madrid, o IBEX [IBEX] desceu 0,49% para os 6.562,90 pontos. A Altadis, tabaqueira de origem franco-espanhola, desvalorizou 7%, depois de ontem ter chegado a acordo para a compra da marroquina Régie des Tabacs Marocains por 14,08 mil milhões de dirhans (1,29 mil milhões de euros). A eléctrica Endesa caiu 2,75%.

Em Londres, o FTSE [UKX] fechou nos 4.115,70 pontos, a resvalar 0,33%. A Vodafone, a maior operadora móvel do mundo, cedeu 0,57%, enquanto o banco Lloyds retrocedeu 1,8%.

O CAC [CAC] deslizou 0,29% para os 3.039,41 pontos, com a distribuidora Carrefour a perder 2,59%, e a STMicroelectronics a cair 2,95%.

Ver comentários
Outras Notícias