Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas europeias em alta com banca espanhola a impulsionar IBEX

Os resultados acima do esperado e as especulações de fusões e aquisições levavam as principais praças europeias a valorizar pela quinta sessão consecutiva. O Dow Jones Stoxx 50 subia 0,24% para os 3.542 pontos.

Paulo Moutinho 15 de Março de 2006 às 14:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os resultados acima do esperado e as especulações de fusões e aquisições levavam as principais praças europeias a valorizar pela quinta sessão consecutiva. O Dow Jones Stoxx 50 subia 0,24% para os 3.542 pontos.

A BMW, que anunciou uma queda de 8,3% dos lucros em 2005, seguia a valorizar 2,12% para os 42,85 euros, depois de ter anunciado que espera atingir um resultado antes de impostos no valor histórico de 4 mil milhões de euros, em 2006. A fabricante automóvel impulsionava o DAX [dax] para os 5.885 pontos, com uma valorização de 0,24%, numa sessão em que a eléctrica E.ON ganhava 2,10% para os 94,52 euros, depois do Deutsche Bank ter revito em alta o preço-alvo dos títulos da empresa, dos 102 euro para os 105 euros.

Em Espanha, o IBEX [ibex] seguia a apreciar 0,25% para os 11.865 pontos numa sessão em que a banca liderava os ganhos. O Banco Popular avançava 1,47% para os 11,75 euros, o Santander subia 0,33% e o BBVA ganhava 0,59%.

A petrolífera BP subia 2,38% para os 666,5 pence, depois do analista da JP Morgan, Fred Lucras, ter afirmado que as acções da petrolífera britânica poderiam valer ainda mais caso a empresa decida fazer o «spinn-off» das unidades de refinação e de marketing. O FTSE [ukx] subia 0,34% para os 5.970 pontos, depois de ter renovado o valor mais elevado desde 2001, nos 5.980 pontos.

A Philips liderava os ganhos entre as «blue chips» europeias e no AEX [aex]. A fabricante de componentes electrónicos apreciava 2,45% para os 27,13 euros e levada o índice de Amesterdão a valorizar 0,56% para os 465 pontos. A contribuir para os ganhos estão também os títulos da financeira ING Groep que avançavam 0,44% para os 31,94 euros.

Os ganhos de 2,53% da Société Generale e de 1,66% do BNP Paribas levavam o CAC [cac] a valorizar 0,36% para os 5.135 pontos, depois de ter cotados nos 5141 pontos, o valor mais elevado desde 2001. A subir estão também os títulos da petrolífera Total que ganhava 1,03% para os 215,6 euros.

Ver comentários
Outras Notícias