Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas europeias fecham a valorizar; DAX valoriza 0,48%

A generalidade das praças europeias encerrou o dia a ganhar, animadas pelas operadoras de telecomunicações, numa sessão em que as seguradoras fecharam em contra-ciclo. Em Frankfurt, o DAX valorizava 0,32%.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 22 de Março de 2002 às 17:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A generalidade das praças europeias encerrou o dia a ganhar, animadas pelas operadoras de telecomunicações, numa sessão em que as seguradoras fecharam em contra-ciclo. Em Frankfurt, o DAX valorizava 0,32% mas a Munich Re cedia 4,3%.

O DJ Stoxx 50, que agrega as 50 maiores empresas do continente europeu, prosseguia a valorizar 0,45% para os 3.659,89 pontos e o sector dos seguros prosseguia em contra-ciclo com uma queda de 0,77%.

Na praça de Frankfurt, o DAX Xetra [DAX] progredia 0,48 para os 5.374,47 pontos, impulsionado pela subida de 2,9% para os 17,28 euros da maior operadora europeia de telecomunicações, a Deutsche Telekom.

As acções da Munich Re recuavam 4,3% para os 281 euros. Os atentados de 11 de Setembro penalizaram os resultados da maior resseguradora do mundo, que registou um lucro de 250 milhões de euros em 2001, o menor desde 1995. A rival Allianz caía 2,5% para os 270,68 euros.

Na praça londrina, a maior seguradora britânica, a CGNU, foi um dos títulos mais penalizados, acumulando uma descida de 2,3%, a par da Vodafone, que desvalorizou 2,9%. O FTSE [UKX] terminou nos 5.250,50 pontos, a desvalorizar 0,05%.

Em Espanha, o IBEX [IBEX] avançou 0,14% para os 8.346 pontos com a empresa de media Prisa a cair 2,1% para os 11,63 euros, num dia em que a Telefónica avançou 1,2% para os 13,17 euros.

Na praça parisiense, o CAC40 [CAC] cresceu 0,47% para os 4.601,57 pontos. O grupo de media, tecnologias e automóveis Lagardère, liderou os ganhos com uma subida de 4,1% para os 53,60 euros, após ter anunciado um crescimento de 16,6% nos lucros em 2001.

A praça de Milão recuperou 0,36%, com o MIBTEL [MIBTEL] a marcar no fecho 23.892 pontos, apoiado nos ganhos do sector da banca. O Banca Intesa subiu 3,2% para os 3,09 euros e a companhia de auto-estradas Autostrade valorizou 1,1% para os 8,50 euros.

Em Amsterdão, o AEX avançou 0,41% para os 523,35 pontos ajudado pelos títulos da Philips Electronics e da Royal Dutch que avançaram 1,45% e 1,15%, respectivamente.

Ver comentários
Outras Notícias