A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas europeias sem tendência

A Bolsa seguia animada, apesar da falta de tendência dos principais índices europeus. A Sonae SGPS destacava-se ao disparar mais de 8% com o aumento dos ganhos extraordinários no terceiro trimestre. A Pararede avançava mais de 10%.

Diogo Simão ds@mediafin.pt 01 de Outubro de 2003 às 10:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As bolsas europeias seguiam sem uma tendência definida depois de um início de sessão a acumular valor.

O Dow Jones Stoxx-50 desvalorizava 0,21% para 2.381,94 pontos, o euro avançava 0,15% ao cotar nos 1,1674 dólares e os futuros sobre o Nasdaq ganhavam 0,11%.

Em Paris, o CAC-40 [CAC] recuava 0,15% para 3.130,29 pontos, pressionado pelas quebras superiores a 2% da Carrefour e Sanofi-Synthelabo. A Alstom voltava a chamar à atenção depois da imprensa ter divulgado que a empresa poderá obter mais fundos, do governo francês, do que estava inicialmente previsto no âmbito do seu processo de reestruturação. As acções da empresa valorizavam 0,8% para 2,53 euros.

O alemão DAX [DAX] desvalorizava 0,85% nos 3.229,21 pontos, liderando as quebras entre as principais bolsas europeias. A Siemens pressionava o índice ao recuar 0,88% para 50,69 euros.

Em Madrid, o IBEX 35 [IBEX] ganhava 0,05% para 6.707,20 pontos. Um tribunal espanhol terá reduzido uma multa de 8,4 milhões de euros para 0,9 milhões de euros à Telefónica devido a uma campanha de publicidade ilegal, noticiou um órgão de comunicação social. As acções da operadora cediam 0,2% para 10,12 euros

O FTSE 100 [UKX] de Londres também valorizava 0,11% para 4.095,6 pontos. A Exel, uma transportadora e armazenista que tem relações comerciais com a Marks & Spencer, destacava-se ao avançar 3,47% para 685,5 pences. O Dresdner Kleinwort Wasserstein elevou a recomendação da companhia de «hold» para «buy».

Na Bolsa de Amesterdão, o AEX ganhava 0,17% para 307,29 pontos. A Aegon e o ING eram os principais responsáveis pela subida do índice.

Outras Notícias