Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas norte-americanas recuam pela primeira vez em três dias

As Bolsas americanas fecharam a cair, com as vendas do maior grupo de distribuição mundial, a Wal-Mart, a registar a menor subida trimestral da última década. O Dow Jones recuou 0,5%, enquanto o Nasdaq perdeu 0,11%.

Negócios negocios@negocios.pt 13 de Maio de 2003 às 21:46
  • Partilhar artigo
  • ...

As Bolsas americanas fecharam a cair, com as vendas do maior grupo de distribuição mundial, Wal-Mart, a registar a menor subida trimestral da última década. O Dow Jones recuou 0,5%, enquanto o Nasdaq perdeu 0,11%.

O índice industrial [INDU] terminou nos 8.679,25 pontos, enquanto o Nasdaq [CCMP] fechou nos 1.539,68 pontos.

A Wal-Mart Stores caiu 2,13% influenciada pela apresentação de contas trimestrais, que evidenciaram o menor crescimento homólogo da década. Com exclusão dos resultados da McLane, unidade de distribuição que a Wal-Mart está a alienar, as receitas do maior retalhista do mundo cresceram 9,7%, para 56,7 mil milhões de dólares (48,42 mil milhões de euros) nos primeiros três meses deste exercício, tendo os lucros aumentado 15%.

A International Business Machines (IBM) fechou a ganhar 1,10% depois do Wall Street Journal ter noticiado que o maior construtor mundial de computadores está a conseguir «ganhar» clientes dos seus maiores concorrentes.

Os títulos da Pfizer valorizaram 0,12% depois da publicação da especialidade Science ter divulgado um estudo que adianta que o composto AG-7088, criado pelo grupo, pode bloquear as réplicas do vírus que causa a «pneumonia atípica». Até agora não foi encontrada qualquer cura para esta doença, que causou já a morte de 573 pessoas e a infecção de outras 7.548, segundo os dados da Organização Mundial de Saúde hoje revelados.

No início da sessão os índices norte-americanos reagiam já em queda devido os efeitos do atentado na Arábia Saudita que hoje ocorreu matando 91 pessoas.

O «American Depositary Receipt» (ADR) da Portugal Telecom (PT) terminou nos 7,23 dólares (6,27 euros), enquanto em Lisboa, as acções da operadora fecharam nos 6,25 euros (caindo 1,26%). Cada ADR representa uma acção da PT [PTC].

O ADR da Electricidade de Portugal (EDP) caiu para os 20,08 dólares (17,42 euros), enquanto na praça nacional quedou-se pelos 1,73 euros, inalterada. Cada ADR representa 10 acções da eléctrica [EDP].

Ver comentários
Outras Notícias