Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas norte-americanas sobem com dados macroeconómicos; Nasdaq soma 0,35% (act.)

Os mercados nos EUA negociavam em subida, com o Nasdaq a ganhar 0,35% e o Dow Jones a valorizar 0,34%. O S&P 500, que ontem superou os 1.000 pontos pela primeira vez em quase um ano, voltava a acumular valor.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 17 de Junho de 2003 às 14:50
  • Partilhar artigo
  • ...
Os mercados nos EUA negociavam em subida, com o Nasdaq a ganhar 0,35% e o Dow Jones a valorizar 0,34%. O S&P 500, que ontem superou os 1.000 pontos pela primeira vez em quase um ano, voltava a acumular valor.

O Dow Jones [INDU] cotava nos 9.350,75 pontos, o Nasdaq [CCMP] marcava 1.672,38 pontos e o Standard & Poor"s aumentava 0,35% até aos 1.014,23 pontos.

Ainda antes da abertura, o Departamento do Trabalho disse que os preços no consumidor nos EUA mantiveram-se inalterados em Maio devido a uma quebra nos preços da gasolina e outros bens energéticos, quando os analistas previam uma quebra de 0,1%.

No mercado accionista, os títulos da Microsoft subiam 1,4% para 25,74 dólares (21,77 euros).

A Lehman Brothers diz que as acções da empresa de «software» estão «prontas para subir», depois de não terem acompanhado a tendência de subida do Nasdaq e do S&P 500 que este ano acumulam ganhos de 25% e 15%, respectivamente.

Os valores da empresa de telecomunicações AT&T depreciavam 3,8% para 20,26 dólares (17,147 euros), depois da Merrill Lynch ter baixado a recomendação do papel de «neutral» para «vender».

A Altria, dona da maior tabaqueira do mundo, valorizava 1,19% para 43,40 dólares (36,71 euros), com uma recomendação favorável por parte do Credit Suisse First Boston.

As acções da Yahoo! valorizavam 1,27% para 31,02 dólares (26,23 euros) e os títulos da Intel depreciavam 0,14% para 21,85 dólares (18,48 euros).

A Pfizer subia 2,5% para 35,46 dólares (29,99 euros). A maior farmacêutica do mundo disse que os lucros para 2004 iriam sair acima das expectativas dos analistas.

Outras Notícias