Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BPI fecha a subir mais de 5% após anunciar lucros de 151 milhões

As acções do banco liderado por Fernando Ulrich reagiram em alta aos resultados dos primeiros nove meses do ano, que ficaram acima do estimado pelos analistas.

A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 29 de Outubro de 2015 às 17:29
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

O BPI reagiu de forma positiva aos resultados dos primeiros nove meses do ano que o banco apresentou na quarta-feira, já que os lucros ficaram acima das estimativas. As acções fecharam a subir 5,17% para 1,139 euros, sendo que ao longo da sessão atingiu uma valorização máxima de 8,86%.

A valorização dos títulos aconteceu numa sessão de liquidez elevada, já que foram transaccionados 7,6 milhões de acções, acima da média diária de 2,07 milhões de títulos.

 

O banco liderado por Fernando Ulrich obteve lucros de 151 milhões de euros entre Janeiro e Setembro deste ano, o que compara com prejuízos de 140 milhões de euros no período homólogo e as estimativas dos analistas, que apontavam para lucros de 115,2 milhões de euros.  

 

"Os resultados estão a ser muito bem recebidos pelo mercado. Em termos práticos, o banco apresentou menos provisões para crédito por incumprimento. Beneficia também da operação internacional com ROE bastante elevado", disse à Reuters Albino Oliveira, analista da Fincor.

 

Na conferência de imprensa para apresentação dos resultados, Fernando Ulrich revelou que o banco está em negociações com Isabel dos Santos no âmbito da cisão dos activos africanos e que o banco não necessita de reforçar o capital para cumprir as metas exigidas do BCE.   

 

Numa nota onde comenta os resultados dos nove meses do BPI, o CaixaBI destaca "o resultado gerado em operações financeiras e, sobretudo, para a redução significativa dos custos com imparidades".

 

O banco de investimento da CGD assinala também a "evolução bastante positiva ao nível da qualidade de activos do banco com uma redução substancial das novas entradas em mal parado". As provisões e imparidades de crédito (dinheiro colocado de lado para perdas futuras com créditos) diminuíram 19,7% para 113,4 milhões de euros.

 

Apesar dos números conhecidos esta quarta-feira, o CaixaBI salienta que "o tema principal para o BPI continua a estar relacionado com os desenvolvimentos futuros associados ao plano de cisão" dos activos africanos.

 

A Haitong (ex-BESI) analisa de forma menos positiva os resultados do BPI, assinalando que ao nível operacional foram "fracos", tendo beneficiado de provisões mais baixas e receitas de corretagem mais elevadas.

 

O BPI obteve lucros de 74 milhões de euros no terceiro trimestre, mas do que duplicando a previsão da Haitong, mas a margem financeira ficou 9% aquém das estimativas.

A Haitong mantém a recomendação de "neutral" para as acções do BPI, com um preço-alvo de 1,20 euros.

 

Com a subida das acções nesta quinta-feira, o BPI acumula um ganho de 11% este ano.  

Ver comentários
Saber mais BPI Fernando Ulrich Albino Oliveira Isabel dos Santos acções resultados
Outras Notícias