Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Brisa e BPI ajudam Euronext Lisbon a fechar em subida; PSI20 soma 0,23% (act.)

A Bolsa nacional fechou em subida com as valorizações superiores a 1% da Brisa e do Banco BPI a ajudarem o PSI20 a avançar 0,23%. O BPI voltou a estabelecer novo máximo anual nos 2,23 euros.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 07 de Março de 2003 às 17:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Bolsa nacional fechou em subida com as valorizações superiores a 1% da Brisa e do Banco BPI a ajudarem o PSI20 a avançar 0,23%. O BPI voltou a estabelecer novo máximo anual nos 2,23 euros.

O PSI20 [PSI20] cotava no fecho nos 5.270,86 pontos, com nove acções a acumularem valor, seis em queda e cinco inalteradas.

No sector da banca, o destaque volta a recair sobre o Banco BPI [BPIN] que somou 1,36% para o valor mais alto do ano de 2,23 euros. O Banco Comercial Português (BCP) [BCP] aumentou 0,63% para 1,59 euros, enquanto o Banco Espírito Santo (BES) [BESNN] não evitou um declínio de 1,67% para 11,80 euros.

Segundo o «Diário Económico», Fernando Ulrich, vice presidente do Banco BPI, defende que a Caixa Geral de Depósitos (CGD) deve acompanhar o aumento de capital do BCP, mas critica a participação de 8,43% que a instituição financeira estatal detém no banco privado.

A Brisa [BRISA] cresceu 1,62% para 5,02 euros e a Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] voltou a crescer 0,71% até aos 1,42 euros.

A Sonae SGPS [SON] que apresentará as contas anuais a 12 de Março, caiu 2,7% para 0,36 euros, e a SonaeCom [SNC] desvalorizou 1,79% para 1,65 euros.

A Portugal Telecom (PT) [PTC] aumentou 0,17% para 6,01 euros, com o Ibersecurities a aconselhar aos investidores a entrada no papel aos níveis de 5,50 a 5,70 euros. A Vodafone Telecel [TLE] permaneceu inalterada nos 8,52 euros.

Outras Notícias