Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Brisa vai manter dividendo e pretende aumentar poupanças anuais

A concessionária de auto-estradas dá hoje início ao "Investors Day" de 2011, onde pretende dar conta dos aspectos mais relevantes para o seu futuro.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 18 de Novembro de 2011 às 08:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
A Brisa reafirma a política de dividendos, mantendo um dividendo de 31 cêntimos por acção, salienta o comunicado enviado pela Brisa à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). “Os recursos financeiros da Brisa permitem à empresa satisfazer os intersses de credores e accionistas”, refere.

A cotada liderada por Vasco de Mello pretende responder à quebra de 1% das receitas com o reforço das suas poupanças anuais. A Brisa prevê uma redução anual das despesas operacionais e de investimento de 35 milhões de euros em 2012, que quer expandir para 45 milhões em 2014.

Isto graças a uma redução de despesas operacionais e de investimento. Os “custos operacionais deverão decrescer 3% para além de uma redução de 10 milhões de euros na redução das venda de equipamentos de portagem”, diz.

As despesas de investimento cairão 30 milhões de euros face à anterior estimativa de 95 milhões de euros e ficarão 20 milhões de euros abaixo das estimativas de 85 milhões previstas para o final de 2011, salienta a Brisa em comunicado.

A quebra das receitas em 1% é justificada pela redução de 6% no tráfego, “parcialmente compensada pelo impacto positivo de 1% proveniente das auto-estradas sem custos para o utilizados e pelo acréscimo de 4% nas tarifas de portagem”, explica a cotada no comunicado que remeteu à CMVM.

A Brisa dá conta, ainda, da sua estratégia de crescimento e diversificação da presença internacional “através de serviços de Operação e Manutenção com baixas exigências de capital para a Índia e Estados Unidos.”

“O único investimento relevante a ser acompanhado pela Brisa é a privatização da ANA”, sublinha o comunicado. “Apesar de localizado em Portugal, a ANA é um activo em crescimento com uma considerável exposição internacional”, refere a Brisa. ”

Ver comentários
Saber mais Brisa especulação acções bolsa PSI-20 mercado fundo aposta investimento
Outras Notícias