Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BVLP encerra a desvalorizar; PT evita maiores perdas (act.)

A Bolsa de Valores de Lisboa e Porto (BVLP) encerrou a sessão a desvalorizar, com os ganhos da Portugal Telecom (PT) a evitarem maiores perdas. O PSI20 deslizou 0,06% e o PSI30 recuou 0,07%, enquanto a PT subiu 2,50%.

Duarte Costa 16 de Julho de 2001 às 17:12
  • Partilhar artigo
  • ...
A Bolsa de Valores de Lisboa e Porto (BVLP) encerrou a sessão a desvalorizar, com os ganhos da Portugal Telecom (PT) a evitarem maiores perdas. O PSI20 deslizou 0,06% e o PSI30 recuou 0,07%, enquanto a PT subiu 2,50%.

O PSI20 [PSI20], principal índice da BVLP, terminou nos 7.929,17 pontos, com duas empresas a registarem novos mínimos, enquanto os PSI30 caiu para os 3.665,96 pontos. O volume de negócios da BVLP ascendeu aos 58,69 milhões de euros (11,77 milhões de contos).

A Portugal Telecom [PLTM] evitou uma maior desvalorização da BVLP, ao subir 2,50% para os 7,80 euros (1.564 escudos), com mais de 4,21 milhões de títulos transaccionados.

A Electricidade de Portugal [EDP] avançou 0,36% para os 2,82 euros (565 escudos), enquanto a Cimpor [CIMP] valorizou 0,43% para os 23,60 euros (4.731 escudos).

A Sonae SGPS [SON] fechou a sessão nos 0,82 euros (164 escudos), a subir 1,23%, enquanto a «dot.com» [SNC]do grupo caiu 3,73% para os 2,32 euros (465 escudos).

A Brisa [BRISA ]encerrou inalterada nos 9,90 euros (1.985 escudos), igualando o valor estabelecido na quarta fase de privatização da concessionária de auto-estradas.

A Impresa, que registou um novo mínimo histórico nos 2,24 euros (449 escudos), caiu 3,81% para os 2,27 euros (455 escudos), enquanto a Novabase recuou 1,12% para os 9,68 euros (1.941 escudos).

A PTM.com [PTD] desvalorizou 1,67% para os 2,36 euros (473 escudos), enquanto a PTM [PTM] perdeu 3,98%, encerrando num novo mínimo histórico, nos 9,89 euros (1.983 escudos).

Os direitos sobre o aumento de capital da PTM encerraram a sessão nos 0,02 euros (4 escudos), a cair 81,82%. Segundo um operador, «os investidores que já detêm posições na PTM não querem aumentar a sua exposição à empresa, enquanto os outros não estão interessados em entrar no papel.

O Banco Comercial Português [BCP] caiu 2,33% para os 4,20 euros (842 escudos), enquanto o Banco Espírito Santo [BESNN] recuou 0,54% para os 14,70 euros (2.947 escudos).

Outras Notícias