Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Instabilidade política pode agravar "spread", diz Carlos Almeida

O calendário eleitoral no Sul da Europa pode contribuir para aumentar a percepção de risco em torno da dívida pública da periferia, realça Carlos Almeida

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 15 de Setembro de 2015 às 00:01
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
Os juros da dívida pública portuguesa têm estado a corrigir nos últimos dias, a reagirem ao anúncio de mais estímulos por parte do BCE. Mas as eleições no Sul da Europa podem gerar alguma instabilidade na negociação das "yields" portuguesas nos próximos meses.

A linha de Portugal a 10 anos negoceia com um juro acima de 2,6%. Para o director de investimentos do Banco Best, "em termos de crescimento económico ...
Ver comentários
Saber mais obrigações eleições instabilidade Carlos Almeida spread juros yields
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Outras Notícias