Bolsa CMVM investiga subida de 2% da Sonaecom em bolsa antes do anúncio da OPA

CMVM investiga subida de 2% da Sonaecom em bolsa antes do anúncio da OPA

O regulador do mercado de capitais admite ao Negócios que está a investigar um "movimento visível de mercado" na sessão que antecedeu o anúncio preliminar da OPA da Sonaecom. Estas investigações fazem parte do trabalho regular da CMVM quando há divulgação de informação relevante sobre determinada empresa.
CMVM investiga subida de 2% da Sonaecom em bolsa antes do anúncio da OPA
Diogo Cavaleiro 30 de outubro de 2013 às 21:59

São 8h00 da manhã de 29 de Outubro. Abre a sessão na Bolsa de Lisboa. A Sonaecom começa o dia a perder 0,09%. Começa a negociar nos 2,234 euros. O PSI-20 ganha 0,78%. Até às 15h00, a sessão da Sonaecom é passada em terreno negativo. Chega a perder mais de 1,5%. A sessão do PSI-20, pelo contrário, destaca-se pela positiva. Contudo, pelas 15h15, a empresa começa a inverter. E começa a subir – a cotação mais alta é atingida no final da sessão.

 

São 16h35 da tarde de 29 de Outubro. Encerra a sessão na Bolsa de Lisboa. A Sonaecom acaba o dia a ganhar 2,24%. Fecha a negociar nos 2,286 euros. O PSI-20 subiu 0,63%. São 18h44 e a Sonaecom anuncia uma oferta pública de aquisição parcial sobre as suas acções que estão nas mãos dos minoritários.

 

Este "movimento visível de mercado", que ocorreu antes de comunicada a oferta pública de aquisição por parte da Sonaecom, vai ser analisado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), confirmou ao Negócios fonte oficial do regulador do mercado de capitais. 

 

"A CMVM, como autoridade de supervisão que é, investiga sempre movimentações que existam nos dias imediatamente antes e depois de uma OPA ou da divulgação de informação relevante", adianta a mesma fonte. 

 

Será feito um despiste para ver "se houve alguém que teve informação privilegiada", uma avaliação que é habitual e que já ocorreu noutras operações.

 

A valorização da cotada, que vai dar como contrapartida para comprar as suas acções títulos da Zon Optimus e dinheiro, não se traduziu num maior volume. Foram negociados mais de 370 mil papéis da Sonaecom, quando a média se situa nos 489 mil.

 

A Sonaecom anunciou na terça-feira, pelas 18h44, com o mercado de capitais já encerrado, que iria lançar uma OPA parcial sobre 24,16% do capital, que está nas mãos dos minoritários.


Na sessão de quarta-feira, com a operação conhecida oficialmente, as acções dispararam 6,69% para negociarem nos 2,439 euros.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI