Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Crescimento do PIB dos EUA impulsiona acções americanas (act.)

As acções norte-americanas abriram a valorizar, depois do PIB dos EUA ter crescido 0,2% no quarto trimestre de 2001, contrariando as estimativas dos analistas, que apontavam para uma quebra de 1,1%. O Nasdaq subia 0,25% e o Dow Jones avançava 0,07%.

Duarte Costa 30 de Janeiro de 2002 às 15:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As acções norte-americanas abriram a valorizar, depois do PIB dos EUA ter crescido 0,2% no quarto trimestre de 2001, contrariando as estimativas dos analistas, que apontavam para uma quebra de 1,1%. O Nasdaq subia 0,25% e o Dow Jones avançava 0,07%.

O Dow Jones [INDU] avançava para os 9.625,37 pontos, enquanto o Nasdaq [CCMP] abriu a subir nos 1.897,73 pontos, para minutos depois inverter a tendência, recuando 0,59% para os 1.881,78 pontos.

O fabricante de «routers» Cisco ganhava 1,32% para os 19,26 dólares (22,36 euros), enquanto a Microsoft, autora do sistema operativo Windows XP, crescia 0,19% para os 62,44 dólares (72,50 euros).

A Intel, líder mundial na produção de semicondutores, avançava 0,58% para os 32,87 dólares (38,17 euros), enquanto a AOL Time Warner perdia 2,21% para os 26,11 dólares (30,32 euros), depois das perdas da maior empresa de media e Internet terem aumentado 66,9% no quarto trimestre de 2001.

O fabricante de aviões Boeing perdia 1,32% para os 39,70 dólares (46,10 euros), enquanto a Adobe, que desenvolve «software» avançava 0,11% para os 35,19 dólares (40,86 euros).

O grupo de telecomunicações AT T caía 1,18% para os 17,60 dólares (20,44 euros), depois de ter apresentado prejuízos de 1,39 mil milhões de dólares (1,61 mil milhões de euros) no quarto trimestre.

Outras Notícias