Bolsa CTT e EDP mantêm PSI-20 em terreno negativo

CTT e EDP mantêm PSI-20 em terreno negativo

A bolsa de Lisboa acompanha a tendência das principais congéneres europeias, que negoceiam em queda pressionadas pelas empresas do sector automóvel e da energia.
CTT e EDP mantêm PSI-20 em terreno negativo
Bruno Simão/Negócios
Rita Faria 23 de maio de 2016 às 13:00

A bolsa nacional segue em terreno negativo, com o PSI-20 a descer 0,59% para 4.842,30 pontos. Das 18 empresas que formam o principal índice português, dez estão em queda e oito em alta.

 

Lisboa acompanha a tendência das congéneres europeias, pressionadas sobretudo pelo sector automóvel e da energia. No primeiro, a Fiat lidera as perdas, com uma descida de 3,96%, depois de ter sido revelado que a autoridade alemã dos transportes acusou a empresa de ter manipulado os dados sobre as emissões poluentes.

 

A Bayer desvaloriza 3,4% depois de ter lançado uma OPA de 62 mil milhões de dólares sobre a Monsanto. As empresas do sector da energia, por seu lado, acompanham a evolução dos preços do petróleo nos mercados internacionais.

 

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, cai 0,55% para 336,14 pontos.

 

Por cá, os CTT e a EDP são as empresas que mais penalizam o PSI-20. A empresa de correios recua 4,32% para 7,845 euros, no dia em que as acções passam a negociar sem direito ao dividendo.

 

Já a EDP cai 0,76% para 2,88 euros, liderando as perdas no sector da energia. A EDP Renováveis desliza 0,46% para 6,75 euros e a Galp Energia cai 0,74% para 11,705 euros, depois de a Comissão Nacional dos Mercados e da Concorrência espanhola ter sancionado a empresa portuguesa por violar o direito à livre escolha de fornecedor de electricidade e gás.

 

Em terreno negativo seguem igualmente as empresas do sector do retalho. A Jerónimo Martins desliza 0,39% para 14,12 euros e a Sonae perde 0,66% para 90,2 cêntimos.

 

A Mota-Engil recua 1,68% para 1,64 euros. O CaixaBI estima que a construtora terá fechado o primeiro trimestre deste ano com um resultado líquido de 101 milhões de euros, o que compara com os 3 milhões de euros apurados no mesmo período do ano passado.

 

Na banca, o BCP desce 0,31% para 3,19 cêntimos e o BPI sobe 1,41% para 1,152 euros. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI