Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dados macroeconómicos aquém do esperado penalizam Wall Street

As bolsas norte-americanas estiveram toda a sessão no vermelho, pressionadas pelos dados relativos às vendas a retalho e à confiança do consumidor nos EUA.

Negócios 12 de Abril de 2013 às 21:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O índice industrial Dow Jones conseguiu nos últimos minutos da sessão anular todas as perdas e encerrou inalterado face a ontem, nos 14.865,06 pontos, enquanto o Nasdaq cedeu 0,16% para se estabelecer nos 3.294,94 pontos.

 

O S&P 500, por seu lado, recuou 0,3% para 1.588,84 pontos.

 

A pressionar a tendência esteve sobretudo a divulgação de que as vendas a retalho registaram em Março a maior queda dos últimos nove meses. Segundo o Departamento norte-americano do Comércio, as vendas diminuíram 0,4% no mês passada, para níveis de Junho de 2012, contra um aumento de 1% em Fevereiro.

 

Os 85 economistas inquiridos pela Bloomberg apontavam, em média, para que as vendas não tivessem sofrido alterações face a Fevereiro.

 

A contribuir para o movimento negativo esteve igualmente a diminuição inesperada da confiança dos consumidores, segundo os dados preliminares para Abril da Thomson Reuters/Universidade do Michigan.

 

A crise da dívida na Europa, nomeadamente o facto de Chipre poder precisar de mais dinheiro, esteve também a penalizar os mercados accionistas norte-americanos.

 

Os títulos ligados às matérias-primas estiveram entre os que mais desceram hoje nos Estados Unidos, num dia em que o ouro tocou mínimos de Julho de 2011 e em que as cotações do petróleo negociaram no valor mais baixo do último mês no mercado nova-iorquino.

 

A Newmont Mining caiu mais de 5% e a Alcoa registou um recuo superior a 1%.

 

Tal como na Europa, também a banca norte-americana esteve generalizadamente em baixa, pressionada pela queda de receitas do Wells Fargo e pelo adiamento, por parte da M&T Bank Corp, da compra da Hudson City Bancorp, refere a Bloomberg.

 

O JPMorgan apresentou resultados acima do esperado pelos analistas – bem como o Wells Fargo, apesar da queda das receitas – mas o índice KBW Bank caiu mais de 1%, o que arrastou o sector financeiro para o vermelho.

Ver comentários
Saber mais Wall Street Dow Jones Nasdaq S&P 500 bolsas EUA
Mais lidas
Outras Notícias