Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dia morno na bolsa nacional

A bolsa portuguesa seguia em queda, em sintonia com as principais praças europeias, pressionada pela EDP e pela Sonae SGPS. Os ganhos da Cimpor impediam uma travagem mais acentuada do PSI-20.

Susana Domingos sdomingos@negocios.pt 11 de Julho de 2006 às 10:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bolsa portuguesa seguia em queda, em sintonia com as principais praças europeias, pressionada pela EDP e pela Sonae SGPS. Os ganhos da Cimpor impediam uma travagem mais acentuada do PSI-20.

O índice de referência da Euronext Lisbon, o PSI-20 [PSI20] seguia com uma queda de 0,05% para os 9.523,16 pontos.

Na Europa, os receios em relação a um possível abrandamento da actividade económica, após a Lucent Technologies e a norte-americana EMC terem apresentado resultados trimestrais abaixo das estimativas, um sinal interpretado pelo mercado como a concretização de uma travagem na economia mundial.

A Energias de Portugal (EDP) [EDP] segue a liderar a liquidez da praça na lisboeta, com mais de 2 milhões de acções a mudarem de mãos, num dia morno no mercado. As acções recuam 0,33% para os 3,02 euros.

Na banca, o Banco Espírito Santos (BES) [BESNN] avançava 0,18% para os 10,92 euros, enquanto os seus rivais Banco Comercial Português (BCP) [BCP] e Banco BPI [BPIN] seguiam inalterados nos 2,24 euros e 5,90 euros, respectivamente.

Segundo o Jornal de Negócios, os lucros da banca cresceram 30% em 2005 e o nível de impostos pagos cresceu 15%. As 47 instituições bancárias analisadas pela Associação Portuguesa de Bancos entregaram às Finanças 528 milhões de euros, de um total de 1,6 mil milhões de lucros.

A Portugal Telecom [PTC] seguia inalterada face ao valor de fecho de ontem, nos 9,55 euros, com pouco mais de 287 mil títulos negociados. A participada PT Multimédia [ptm] seguia também no mesmo preço com que encerrou a última sessão, 9,00 euros. Segundo o «Diário Económico», a administração da Portugal Telecom irá reunir amanhã para avaliar a cisão da PT Multimédia.

A Sonae SGPS [SON] recuava 0,85% para os 1,17 euros com pouco mais de 51 mil acções a mudarem de mãos, enquanto a Sonaecom [snc] avança 0,47% para os 4,26 euros.

Ver comentários
Outras Notícias