Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dow Jones sobe 2,58% para máximo de cinco semanas; Nasdaq cresce 1,69%

As acções norte-americanas voltaram hoje a registar ganhos, impulsionadas por recomendações positivas de vários analistas, levando o Dow Jones a subir 2,58% para um máximo de 5 semanas. O Nasdaq cresceu 1,69%.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 21 de Outubro de 2002 às 21:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As acções norte-americanas voltaram hoje a registar ganhos, impulsionadas por recomendações positivas de vários analistas, levando o Dow Jones a subir 2,58% para um máximo de 5 semanas. O Nasdaq cresceu 1,69%.

Depois de uma abertura em queda, o Nasdaq terminou nos 1.309,65 pontos e o Dow Jones fechou a valer 8.536,79 pontos.

Depois dos resultados trimestrais publicados por diversas empresas na semana passada os investidores apostam que as companhias norte-americanas vão apresentar uma melhoria nos seus negócios, optando por entrar no mercado.

Desde os mínimos de 9 de Outubro o Dow Jones ganhou 16% e o S&P500 trepou 15%.

A Philip Morris avançou 6,33% depois de a Salomon ter elevado a recomendação sobre a tabaqueira. A Coca Cola, também a beneficiar de uma recomendação positiva, aumentou 3,47%.

No Dow Jones as maiores subidas pertenceram à General Motors, Hewlet Packard, Intel e JP Morgan, todas com valorizações a superarem os 6%.

No Nasdaq a Nortel cresceu 20%, a Cisco Systems avançou 3,99% e a AOL trepou 3,5%.

O american depositary receipt (ADR) da Portugal Telecom (PT) fechou inalterado nos 5,29 dólares (5,43 euros), enquanto em Lisboa a empresa fechou nos 5,4 euros.

O ADR da Electricidade de Portugal (EDP) fechou a perder 1,24% até aos 15,25 dólares (15,66 euros), enquanto em Lisboa a empresa fechou nos 1,52 euros. Cada ADR equivale a 10 acções da eléctrica nacional.

Ver comentários
Outras Notícias