Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP e PT levam bolsa nacional a ganhar mais de 1%

A bolsa nacional acentuou os ganhos da abertura e segue a valorizar mais de 1% impulsionada pela Energias de Portugal e da Portugal Telecom. O PSI-20 sobe 1,06% e acompanha o sentimento positivo dos restantes mercados europeus.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 30 de Julho de 2008 às 12:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
A bolsa nacional acentuou os ganhos da abertura e segue a valorizar mais de 1% impulsionada pela Energias de Portugal e da Portugal Telecom. O PSI-20 sobe 1,06% e acompanha o sentimento positivo dos restantes mercados europeus.

O principal índice da bolsa nacional avança para os 8.496,53 pontos, com 14 títulos a subir, cinco a descer e um inalterado. A maioria da praças europeias também esttão a valorizar mais de 1%, no dia em que a Siemens e a LVMH Moet Mennessy Louis Vuitton apresentaram resultados acima do previsto pelo mercado.

No mercado português, a Zon Multimédia e o Banco Espírito Santo (BES) apresentaram os resultados semestrais, antes da abertura do mercado, e ambos ficaram em linha com o previsto pelos analistas. Após o fecho do mercado é a vez da Jerónimo Martins, do Banif e da Energias de Portugal (EDP) divulgarem os lucros referentes ao primeiro semestre do ano.

A eléctrica portuguesa é uma das empresas que mais impulsiona o PSI-20, com um ganho de 1,91% para os 3,475 euros. Ainda no sector energético, a EDP Renováveis sobe 1,09% para os 6,47 euros, enquanto a REN perde 1,38% para os 2,85 euros.

A empresa liderada por José Penedos apresentou ontem resultados semestrais que ficaram abaixo das estimativas do mercado. Os lucros da REN atingiram os 83 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano.

A Portugal Telecom (PT) é outra das empresas que mais impulsiona a bolsa nacional, ao ganhar 1,61% para os 6,925 euros.

Os títulos da Zon Multimédia seguem inalterados nos 6,16 euros, no dia em que a empresa anunciou que os lucros avançaram em 1,2% para 41,1 milhões de euros. No entanto, no segundo trimestre do ano, os resultados líquidos caíram mais de 8% devido ao aumento de custos com a conquista de novos clientes.

Ainda no sector das telecomunicações, a Sonaecom avança 1,74% para 2,045 euros. A empresa liderada por Ângelo Paupério revelou ontem, que no primeiro semestre do ano, registou prejuízos de 12,2 milhões de euros.

A Brisa também apresentou os resultados semestrais na sessão de ontem. Os lucros da empresa caíram 41% para os 52,2 milhões de euros devido ao aumento dos custos operacionais e financeiros. Estes resultados foram considerados fracos pelos analistas e as acções da empresa estão hoje a cair 1,89% para os 6,76 euros.

Além da EDP, também o Banif e a Jerónimo Martins vão apresentar, estar tarde, os resultados semestrais. A retalhista já subiu mais de 7% nas últimas dias sessões com a perspectiva de bons resultados semestrais.

Os analistas consultados pela Reuters esperam um aumento de 24,2% dos lucros para os 51,8 milhões de euros. As acções da empresa avançam 3,09% para os 5,175 euros.

No sector bancário, o Banco Espírito Santo ganha 1,30% para os 10,155 euros, no dia em que apresentou lucros semestrais em linha com o esperado. Ainda assim, o resultado liquido do banco liderado por Ricardo Salgado caiu 28% para os 264,1 milhões de euros face ao período homólogo. A média das previsões apontava para um lucro de 275,2 milhões de euros.

As acções do BCP ganham 0,43% para os 1,165 euros e o Banco BPI avança 4,46% para os 2,46 euros. Fora do PSI-20, o Banif ganha 1,67% para 1,83 euros.

Ver comentários
Outras Notícias