Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon acompanha subida da Europa; PSI20 soma 0,19%

A valorização do BCP e da Portugal Telecom continuavam a suportar o PSI20 que valorizava 0,19%, em linha com os restantes índices europeus. «A fraca liquidez, apanágio das últimas duas sessões, condicionava o desempenho e a volatilidade do mercado».

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 17 de Abril de 2002 às 12:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A valorização do Banco Comercial Português (BCP) e da Portugal Telecom (PT) continuavam a suportar o PSI20 que valorizava 0,19%, em linha com os restantes índices europeus. «A fraca liquidez, apanágio das últimas duas sessões, condicionava o desempenho e a volatilidade do mercado».

O PSI20 [PSI20], depois de um início de sessão em que chegou a valorizar 0,59%, prosseguia com uma valorização mais contida de 0,19% para 7.691.99 pontos com seis acções em queda, sete inalteradas e as restantes sete a acumularem ganhos.

O novo Governo, na apresentação do Programa na Assembleia da República, anunciou que iria revogar de imediato a alteração da tributação das mais-valias, com o objectivo de «dar estabilidade e confiança ao mercado de capitais», como afirmou Durão Barroso.

No mercado de capitais, a reacção foi nula, «e a liquidez continua a ser fraca, dando continuidade à tendência dramática das últimas duas sessões», como explicou um operador da Título.

No sector das telecomunicações, a Portugal Telecom [PTC] «depois de ter registado uma pequena correcção técnica», seguia a valorizar 0,47% para os 8,52 euros, depois de ter começado o dia a valorizar mais de 1%.

A Vodafone Telecel [TLE] desfazia igualmente os ganhos conseguidos na abertura, mas conservava uma subida de 0,48% para os 8,44 euros, a aliviar do máximo diário de 8,52 euros.

A Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] mantinha-se colada ao valor de fecho de terça-feira de 2,36 euros com pouco mais de um milhão de acções movimentadas.

Fonte da eléctrica espanhola Hidroeléctrica del Cantábrico, controlada em 40% pela EDP, adiantou ao Negocios.pt que a proposta de autorização para efectuar um aumento de capital, ontem anunciada, é uma «medida cautelar» para o caso da eléctrica decidir efectuar aquisições.

A Sonae SGPS [SON] seguia à frente na liquidez com 1,54 milhões de acções trocadas, com cada acção a ser negociada a 0,9 euros, sem alterações de preços.

As acções do Banco Comercial Português [BCP] subiam 0,77% para os 3,91 euros, o Banco Espírito Santo [BESNN] cotava sem alterações nos 11,75 euros, ao passo que o BPI [BPIN] resvalava 0,37% para os 2,38 euros.

As acções da Portucel [PTCL] valorizavam 2,17% para os 1,41 euros. A Cimpor [CIMP], ao invés, caía 0,41% para os 19,52 euros, depois do Banif ter reiterado o «preço-alvo» de 18,5 euros para as acções da cimenteira.

O operador da Título sublinhou a realização de mais-valias de que estão a ser alvo as acções das SAD do Porto e do Sporting, que corrigiam dos «fortes» ganhos conseguidos na últimas sessões.

O Futebol Clube do Porto-SAD escorregava 4,1% para os 3,98 euros, enquanto as acções do Sporting -Sociedade Desportiva caíam 2,04% para os 7,69 euros, corrigindo parte dos ganhos de 9% registados na véspera.

«A tendência da sessão deverá continuar a ser condicionada pela divulgação dos resultados das grandes empresas norte-americanas, e pelo discurso agendado para as 15h00 de Alan Greenspan, que deverá ser um discurso de acalmia para os bancos, ou seja, que a subida nos juros não é para breve», conclui o mesmo operador.

Outras Notícias